Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

16
Jul17

Dante Alighieri| Minos, o juiz infernal

Minos surge na literatura grega como Rei de Cnossos na Ilíada e Odisseia de Homero.

Homero já tinha atribuído a Minos o papel de juiz das almas, que se encontravam na posse de Hades, deus do mundo subterrâneo, mas a descrição mais famosa da jurisprudência de Minos encontra-se na Divina Comédia de Dante.

Primeiro Rei de Creta, filho de Zeus e Europa é descrito como tirânico e cruel.

Tucídides, o grande historiador da Grécia Antiga, indicou que Minos foi o homem mais antigo de que há memória a organizar uma armada.

Reinou sobre Creta e as ilhas do Mar Egeu três gerações antes da Guerra de Tróia. Viveu em Cnossos por períodos de 9 anos, onde recebia instruções de Zeus sobre a legislação que instituiu na ilha.

Foi considerado um legislador sábio, visto que as suas leis foram inspiradas pelo próprio Zeus.

A cada 9 anos, para vingar a morte do seu filho Androgeu (também designado como Andrógeo ou Eurigies) às mãos dos atenienses, exigia que o Rei Egeu escolhesse 7 meninos e 7 meninas para serem enviados para o labirinto criado por Dédalo e alimentarem o Minotauro.

Após a sua morte, Minos tornou-se no juiz dos mortos no submundo.

Pesquisa e adaptação de en.wikipedia.org e www.florenceinferno.com

 

Resultado de imagem para divine comedy minosImagem www.pinterest.pt