Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

18
Jan21

O √öltimo Dia

Crianças riem na varanda, riem

e brincam de maneira que já não são crianças.

 

Hoje não há Sol,

unicamente um céu esbranquiçado e carros que chapinham

e uma luz contínua que não entra dentro

e dentro um cheiro a terra, a pano, a sono, a calor no rosto e nas orelhas.

 

As crianças brincam de pensamento morno,

umas com as outras sem mais nada.

E a ingenuidade, que nunca ninguém tem e lhes falta,

caiu aqui.

 

Este poema est√° errado.

Se não está, é o mesmo - não termina.

 

Repetir tudo várias vezes até não perceber.

Poema O √öltimo Dia

Perseguição (1942)

in Poesia I de Jorge de Sena

18
Jan21

Manchas

Há no céu

nódoas claras

alastrando e diminuindo.

 

H√° na terra

nódoas imóveis

que são escuras.

 

E o que n√£o h√°

é correspondência entre elas,

umas e outras. 

 

O céu é sempre céu

do modo que quiser.


A terra às vezes não se lembra

e fica em √°gua

- alastra e diminui, 

mas não é terra.

 

Poema Manchas

Perseguição (1942)

in Poesia I de Jorge de Sena

17
Jan21

O regresso à escrita em papel

escrita.png

Uma das minhas resolu√ß√Ķes de 2020 foi o regresso √† escrita em papel.

Ao longo do ano fui escrevendo, mas nunca acreditando que o h√°bito se iria inculcar nos meus dias. Ali√°s, desconfiei sempre que n√£o iria conseguir concluir nenhum caderno.

Qual não foi o meu espanto ao chegar ao dia 31 de Dezembro não com um caderno escrito, mas com cinco. Cumpri não só uma resolução, cumpri também a promessa de regressar aos meus dias de adolescente em que tantas páginas foram escritas.

A escrita em papel não será uma resolução para 2021, faz novamente parte da minha existência.

As saudades que tive dela!

16
Jan21

O princípio de todo o caminho percorrido

Mas depois quando o poeta foge e o homem volta como de um sonho
E sente sobre a sua boca um riso que ele desconhece
A cólera penetra no seu coração e ele renega a poesia
Que veio trazer de volta o princípio de todo o caminho percorrido.

Excerto do poema O Increado

in Forma e Exegese de Vinicius de Moraes

(1935)

16
Jan21

O Brasil de M√°rio de Andrade

marioandrade2.png

No in√≠cio dos anos 1920, o Brasil tinha todas as condi√ß√Ķes ‚Äúpara n√£o ser moderno, a come√ßar pela mais b√°sica, a educa√ß√£o‚ÄĚ, analisa o bi√≥grafo de M√°rio de Andrade.

A sociedade, sobretudo agrária, era majoritariamente analfabeta, sustentada pela monocultura agroexportadora do café e dominada na política pelas oligarquias, principalmente de São Paulo e Minas Gerais, que, com a política do café com leite se revezavam no poder, por meio do Partido Republicano Paulista (PRP) e do Partido Republicano Mineiro (PRM).

N√£o votavam mulheres, religiosos, militares e analfabetos. E estes eram muitos: alcan√ßavam 71,2% de uma popula√ß√£o de 30,6 milh√Ķes.

Sob o impacto da Primeira Guerra, o mundo revirava ao avesso, afundado na dura realidade que enterrava o otimismo e o sonho de expansão da belle époque.

O sentimento do nacionalismo passa a ser exaltado pelos pa√≠ses envolvidos no conflito. Esse clima alcan√ßou o Brasil, que enfrentava quest√Ķes sociais agudas, greves nas principais cidades do pa√≠s com a emerg√™ncia do movimento oper√°rio.

A intelectualidade e a sociedade estavam polarizadas: em 1922, ano em que era fundado o Partido Comunista do Brasil (PCB), também nascia o Centro Dom Vital, de orientação católica.

O país enfrentava a rebelião tenentista do Forte de Copacabana, assistia ao lançamento, no Planalto Central, da pedra fundamental daquela que seria a futura capital.

‚ÄúTudo isso era um novo tempo. M√°rio e seu grupo foram espectadores e agentes dessas transforma√ß√Ķes‚ÄĚ, informa T√©rcio.

Bertha Maakaroun in Entrevista a Jason Tércio, biógrafo de Mário de Andrade www.em.com.br

O autor português de 2021 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Estante

no fundo da estante