Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

27
Set22

Gato Preto em Campo de Neve não é apenas um livro de viagens

logo6.png

Gato Preto em Campo de Neve não é apenas um livro de viagens, onde se registam os principais pontos turísticos e alguns encontros com celebridades.

√Č muito mais que um simples guia de viajante.

√Črico Ver√≠ssimo √© um contador de hist√≥rias intr√©pido e as pessoas que vai encontrando durante a viagem tornam-se nas personagens das suas hist√≥rias, inclusiv√© ele pr√≥prio.

27
Set22

E, de s√ļbito, um gato preto atravessa correndo

No comboio que me leva √† Calif√≥rnia, olho os campos atapetados de neve. O c√©u √© dum cinzento esbranqui√ßado e glacial. Vejo o desfile das casas, das cercas, das √°rvores mortas... E, de s√ļbito, um gato preto atravessa correndo um tabuleiro de neve de uma brancura imaculada. Fico olhando o quadro fugidio numa fascina√ß√£o. Sinto que este momento de fria e silenciosa beleza n√£o √© gratuito. Um misterioso algu√©m est√° procurando dizer-me alguma coisa por meio dessas imagens em negro e branco. Mas quem? Qu√™?

 

in¬†Gato Preto em Campo de Neve de √Črico Ver√≠ssimo

26
Set22

A liberdade e a igualdade excluem-se mutuamente

O prof. K. traz à conversa o tema da liberdade e da igualdade - e o autor de Tonio Kroeger prossegue:

- √Č estranho que as duas ideias b√°sicas de democracia, a liberdade e a igualdade, formem um certo contraste, uma contradi√ß√£o l√≥gica. Porque, consideradas de um modo l√≥gico e absoluto, a liberdade e a igualdade excluem-se mutuamente. A liberdade √© a necessidade do indiv√≠duo, mas a igualdade √© uma necessidade social, e a igualdade social, evidentemente, limita a liberdade do indiv√≠duo.

in¬†Gato Preto em Campo de Neve de √Črico Ver√≠ssimo

26
Set22

A mais bela de todas as nevadas que a América me ofereceu

Cai sobre Denver a mais bela de todas as nevadas que a Am√©rica me ofereceu. A neve vem em flocos mi√ļdos e brilhantes, que parecem a√ß√ļcar cristalizado. Amontoa-se nos telhados, nas ruas, nos canteiros, nas √°rvores, nas capotas dos carros e el√©ctricos, nos chap√©us dos transeuntes...

 

in¬†Gato Preto em Campo de Neve de √Črico Ver√≠ssimo

25
Set22

O amor e a cumplicidade que sentiam Jorge e Mécia

21962060_NYu4a.pngEm simult√Ęneo com os livros de Jorge de Sena tenho lido a¬†Correspond√™ncia Jorge de Sena e M√©cia de Sena ¬ęVita Nuova¬Ľ¬†(Brasil, 1959-1965)¬†com organiza√ß√£o de Maria Ot√≠lia Pereira Lage.

Cartas trocadas entre Jorge e Mécia de Sena que segundo Maria Otília Pereira Lage:

No¬†seu registo geralmente circunstancial mas eivado de refer√™ncias liter√°rias¬†e culturais, n√£o deixam de dar sempre conta do mundo e da hist√≥ria de modos diferenciados:¬†em Jorge de Sena, testemunhos vivenciais de um escritor em que a dimens√£o¬†po√©tica e sua frui√ß√£o est√©tica emergem e, em M√©cia de Sena, mais de car√°cter espont√Ęneo,¬†onde, para al√©m das suas men√ß√Ķes de car√°cter social, cultural e pol√≠tico muito impressivas¬†se assiste √†s emana√ß√Ķes de um fundo etnogr√°fico portugu√™s importante.¬†S√£o assim, n√£o apenas ve√≠culo de comunica√ß√£o quase di√°ria, mas tamb√©m e sobretudo¬†meio de express√£o de aprecia√ß√Ķes de interesse m√ļltiplo e da intensidade de sentimentos.

Ali√°s, tenho gostado muito mais de ler esta correspond√™ncia do que os Di√°rios que acabou por me desiludir um pouco, √† excep√ß√£o das √ļltimas p√°ginas. Porque nestas cartas conseguimos entrar um pouco na vida privada de Jorge de Sena:

Entretecidas na esfera do privado, nelas assomam as cumplicidades, a coragem de¬†ousar e mudar de vida, o profundo companheirismo, a m√ļtua aten√ß√£o ao ¬ęoutro¬Ľ. Mas s√£o¬†tamb√©m as adversidades e vicissitudes, diferentemente vividas por ambos o que mais se¬†evidencia nas cartas iniciais deste per√≠odo marcadas pela dor e a ang√ļstia das saudades da¬†primeira separa√ß√£o mais prolongada do casal. J√° as cartas trocadas no Brasil, mantendo¬†algumas das caracter√≠sticas enunciadas, d√£o conta de uma outra atmosfera pol√≠tica, social¬†e cultural de maior abertura e condi√ß√Ķes de realiza√ß√£o em maior liberdade, ainda que na¬†dif√≠cil situa√ß√£o de ex√≠lio.

O amor e a cumplicidade que sentiam Jorge e Mécia não se revelavam apenas em palavras escritas em papel, mas também no modo como contornavam os obstáculos que a vida lhes impunha, recorrendo inclusivé a intermediários que levavam as cartas um ao outro, devido aos atrasos dos correios e para evitar o crivo da censura ditatorial portuguesa da época.

18
Set22

Era proverbial a sua raiva dos espanhóis

Era proverbial a sua raiva dos espanhóis, que se alimentava de ódio ao conde de Trava, aos Castros da Dona Inês, aos derrotados de Aljubarrota e das campanhas da Restauração, e também da reclamação de Olivença, que sempre exigia, em altos brados, a qualquer espanhol, mesmo criança, que se aproximasse dele.

 

in Sinais de Fogo de Jorge de Sena

Quanto mais leio menos sei
O autor português de 2021/2022 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Estante

no fundo da estante