Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

03
Fev16

Livros que mudam a nossa vida

H√° livros que mudam a nossa vida, que a viram do avesso e nos fazem pensar em coisas que nunca ter√≠amos pensado sem eles. H√° livros que nos mudam por dentro, e √© bom que isso aconte√ßa, significa que cumpriram o objectivo de dialogar com os leitores. Mas h√° livros que conseguiram mudar o mundo inteiro com as suas ideias e acabaram por influenciar os homens e mulheres do seu tempo e muitos outros de gera√ß√Ķes subsequentes.

horasextraordinarias.blogs.sapo.pt

5bd800f44985950e068cf9becd38aebc.jpgImagem www.pinterest.com

03
Fev16

Haruki Murakami| O seu ref√ļgio

A secret√°ria de Haruki Murakami, um dos meus escritores favoritos.

Haruki Murakami has given his fans a sneak peek at his desk ‚Äď and home-based office ‚Äď on his website, accompanying the visual tour with descriptions of his deliciously quirky objects.

www.theguardian.com

Surripiado de horasextraordinarias.blogs.sapo.pt

e0442604-1b12-400f-9801-cd21a86147ec-1020x641.jpegImagem www.theguardian.com

03
Fev16

Uma série de livros sobre nada

Alain de Botton um conhecido filósofo pop que aplica a filosofia à vida quotidiana (só esta descrição já me provoca diarreia mental) escreveu uma série de livros sobre nada. Exactamente o que acabaram de ler. NADA.

Hoje em dia tudo é possível. Inclusivé tornarmo-nos em pseudo-filósofos-escritores de sucesso. Para isso basta coleccionar palavras cheias de ar, encaixá-las como legos, num jogo infantil inconsequente,  e rabiscá-las em papel branco. Sim, porque da arte da escrita nada vi naquelas páginas.

Pelos vistos este senhor tem uma série de livros escritos, uma mistura de auto-ajuda com pseudo-filosofia e não deixa de ser impressionante esta quantidade de tentativas de ridicularização de tudo e de todos, especialmente dos seus leitores.

Neste momento, estou a ler A Arte de Viajar. Tenho reservado a leitura deste livro para a casa de banho, o √ļnico lugar digno para uma obra como esta.

Ainda não acabei de ler o livro, visto que as minhas necessidades fisiológicas abrandaram o seu ritmo perante tamanha profundidade filosófica.

c7ce3a9f771742f665af3cf814b75f32.jpgImagem www.pinterest.com 

03
Fev16

Leitora √°vida

Como leitora ávida que sou gosto de ler tudo. O bom e o mau. 

Tal como na justi√ßa, dou¬†o benef√≠cio da d√ļvida a um livro ou a um escritor considerados maus. Para os considerar culpados de mediocridade preciso de factos. Por isso, leio-os com plena consci√™ncia dessa possibilidade, imputando-lhes a¬†senten√ßa no primeiro cap√≠tulo ou na √ļltima p√°gina.

Mais vontade tenho de lê-los quando a mediocridade literária é adorada por milhares de pessoas. Preciso de compreender esse fascínio.

Tentar perceber se é porque a mediocridade encontra a mediocridade numa união de almas ou se a mediocridade se instalou pelo contágio das palavras impressas.

Preciso de saber o que fascina o mundo para conseguir lidar com ele.

f77c9d7373c0bbfaed060ba0ec2ee8aa.jpgImagem www.pinterest.com

P√°g. 14/14