Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

02
Mar16

Queimar o que se escreve

Queimar o que se escreve, apesar de ser um acto de destruição, não deixa de ser um acto poético.

Porque se queima o que se escreve?

Orgulho? Neurose? Convic√ß√Ķes religiosas?

Todos s√£o bons motivos para destruir o que se escreve.

Queimam-se  sempre os pensamentos que consideramos embaraçosos.

Não queremos que vejam a luz do dia.

Só a do fogo que os condenará à cinza.

1.jpgImagem www.pinterest.com

02
Mar16

Nikolai Gogol| A sua morte

Um mês depois, Gogol decide jejuar durante a Maslenitsa, uma semana de festa antes da Quaresma Ortodoxa, em que as pessoas geralmente se empaturram antes de abdicarem de produtos lácteos.

Foi um passo demasiado grande para um homem obcecado por comida.

N√£o aguentou.

Quando interrompeu o jejum o seu estado mental e físico deteriorou-se gravemente e os seus médicos receitaram-lhe sanguessugas e banhos de água a ferver numa tentativa de o resgatarem. O tratamento foi um fracasso impressionante e o escritor morreu dia 21 de Fevereiro de 1852, com 42 anos.

Conta a lenda que Gogol era propenso a períodos de letargia e tinha a paranóia de um dia vir a ser confundido com um morto, durante um desses períodos letárgicos, e fosse enterrado vivo.

Segundo os rumores, queria que o seu caix√£o tivesse um buraco para o ar entrar e uma corda presa a um sino na superf√≠cie, para que ele pudesse tocar e pedir ajuda se acordasse num t√ļmulo.

No final, não houve nenhuma reviravolta na história de Gogol, tendo sido enterrado pacificamente no Mosteiro Danilov.

Artigo "The final days of Russian writers" de Yolanda Delgado

Traduzido do inglês

rbth.com

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Estante

no fundo da estante