Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

24
Jul16

Ando completamente à deriva nestes mares de páginas

coffee.jpg

Nunca li tanto como agora e isto foi o que sempre quis.

Melhor ainda do que a leitura espont√Ęnea, sinto-me feliz por ter delineado um plano e estar a segui-lo.

Sempre quis ler os escritores que todos devemos ler, e posso não conseguir ler todos, mas já me sinto feliz por estar a conseguir ler alguns.

A pausa forçada na minha vida profissional foi o momento certo para avançar com os ciclos de leitura que apenas viviam na minha mente e para reavivar este blog que tanto esmorecera nos anos anteriores.

E a seis meses de dist√Ęncia do fim de mais um ano, o de 2016, este foi um desejo concretizado¬†e, espero, em continuum, feito por puro¬†amor √† literatura e ao acto de ler.¬†

N√£o quero, como muitos o fazem, contar os livros que leio por ano. Quero ler perdidamente e perder-lhes a conta na linha do tempo.

Constatei agora que ando completamente à deriva nestes mares de páginas, mas não perdida. 

Encontrada.

Imagem www.pinterest.com

24
Jul16

Nikolai Gogol| As mem√≥rias de inf√Ęncia tornam-se na sua musa liter√°ria

Gogol escreve ocasionalmente para peri√≥dicos, em plena fuga da cidade para as suas mem√≥rias de inf√Ęncia na Ucr√Ęnia.

Desenha por palavras as paisagens luminosas, os camponeses, os meninos em brincadeiras turbulentas, e narra histórias e lendas sobre demónios, bruxas e outras criaturas fantásticas do folclore ucraniano.

Histórias fantásticas do passado que se entrelaçam com eventos reais do presente.

E assim nascem as oito narrativas que comp√Ķem¬†Noites na Granja ao P√© de Dikanka, escritas numa prosa viva e coloquial, contribuindo para um novo estilo da literatura russa.

Para al√©m da frescura da espontaneidade do escritor, as del√≠cias do¬†folclore, com palavras e express√Ķes ucranianas, cativaram o mundo liter√°rio russo.

Tradução livre do inglês de www.britannica.com

gogol2.jpg

Imagem www.pinterest.com

24
Jul16

Nikolai Gogol| Num minuto 00:01

Gogol n√£o foi o primeiro filho de sua m√£e. Os irm√£os morreram doentes durante a inf√Ęncia.

Por isso, a sua mãe faz uma promessa: se conseguir ter um filho saudável e que sobreviva, chamar-lhe-á Nikolai em honra de São Nicolau, o ícone da Igreja de Dikanka.

Tradução livre do inglês de domgogolya.ru

24
Jul16

Nikolai Gogol| Em busca de um modo de vida

Gogol cresceu na paisagem campestre ucraniana, por entre os seus coloridos habitantes e tradi√ß√Ķes cossacas.

Aos 12 anos prossegue os estudos em Nezhin onde se distingue pela sua l√≠ngua mordaz, pelas suas contribui√ß√Ķes de prosa e poesia, bem como pela sua capacidade de retratar homens e mulheres em representa√ß√Ķes teatrais escolares.

Quando parte para S√£o Petersburgo, viaja na esperan√ßa de ingressar no servi√ßo p√ļblico, mas logo descobre que sem dinheiro, nem contactos influentes, teria de lutar arduamente para ganhar a vida.¬†Tentou, ali√°s, tornar-se actor, mas a sua audi√ß√£o n√£o foi bem sucedida. Ansioso por alcan√ßar a fama como poeta, publica √†s suas pr√≥prias custas um poema id√≠lico-sentimental, escrito anteriormente na escola, mas¬†a mediocridade do poema levou-o ao fracasso e decidiu queimar todas as c√≥pias.

Desesperado, come√ßa a pensar em emigrar para os Estados Unidos da Am√©rica. Utiliza o dinheiro que a m√£e lhe enviara para pagar a hipoteca da sua quinta e compra um bilhete de¬†barco¬†que o levar√° at√© ao porto alem√£o de L√ľbeck. Quaisquer que fossem as raz√Ķes para a sua breve estadia, quando fica sem dinheiro, regressa a S√£o Petersburgo onde consegue um cargo governamental muito mal pago.

Tradução livre do inglês de www.britannica.com

gogol.jpgImagem www.pinterest.com

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Estante

no fundo da estante