Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

01
Nov16

A raz√£o da sua dor

A expressão que a animava era encantadora; exprimia doçura, modéstia e, ao mesmo tempo, a tristeza ingénua de uma criança que ainda não sabe raciocinar sobre a razão da sua dor.

O Encontro

Ivan Turgueniev-Histórias de um Caçador

01
Nov16

Ivan Turgueniev| O estudo do coração humano

Prosper Mérimée foi o primeiro tradutor das obras de Turgueniev para francês. Julgamos interessante transcrever aqui a sua opinião sobre o escritor russo (...):

O nome de Turgueniev √© hoje popular em Fran√ßa; cada uma das suas obras √© esperada com a mesma impaci√™ncia e prazer, quer em Paris, quer em S. Petersburgo. √Č considerado um dos mestres da escola realista. Seja ¬†uma cr√≠tica, seja um elogio, julgo que Turgueniev n√£o pertence a nenhuma escola, segue as suas pr√≥prias inspira√ß√Ķes.

Como todos os bons romancistas, dedicou-se ao estudo do cora√ß√£o humano, mina inesgot√°vel, embora h√° muito seja explorada. Observador arguto, exacto por vezes at√© √† min√ļcia, comp√Ķe as suas personagens ao mesmo tempo como um pintor e como um poeta.

in Prólogo de M. Correia

in Histórias de um Caçador de Ivan Turgueniev

TURGENEVpic-c1860.pngImagem bentleyrumble.blogspot.pt

01
Nov16

Outono

Encontrava-me sentado perto de uma árvore, num bosque de bétulas.

Est√°vamos no Outono, em meados de Setembro.

Caía, desde manhã, uma chuva miudinha e alguns raios quentes de sol penetravam através das nuvens; o tempo estava variável.

O céu, coberto de nuvens brancas e sem consistência, aclarava-se subitamente aqui e ali, deixando a descoberto um céu limpo e azul, semelhante a um olho doce e inteligente.

Olhava para todos os lados e prestava atenção ao menor ruído.

A folhagem, por cima da minha cabe√ßa, estava quase im√≥vel; o ru√≠do que produzia ao agitar-se seria suficiente para identificar a esta√ß√£o em que nos encontr√°vamos. N√£o era a alegre agita√ß√£o das folhas rec√©m-nascidas, o doce e longo murm√ļrio do Ver√£o, o ro√ßar t√≠mido e frio que se ouve no bosque no fim do Outono, mas uma esp√©cie de galreio l√Ęnguido e quase impercept√≠vel.¬†

O Encontro

Ivan Turgueniev-Histórias de um Caçador

01
Nov16

Serguéi Iessénine| Klyuev, o amigo íntimo

Klyuev e Iessénine mantinham uma proximidade tão forte e tão íntima, que se especulava que mantinham um relacionamento. Viveram durante dois anos juntos .

Juntamente com os manuscritos de Iessénine, foram encontradas três cartas de amor para Klyuev, mas sem qualquer indicação para quem foram, de facto, escritas.

2.jpg

Iessénine e Klyuev

Imagem ginsbergblog.blogspot.com

01
Nov16

Serguéi Iessénine| Isadora Duncan

Isadora Duncan era 18 anos mais velha que¬†Iess√©nine quando se apaixonaram, no Outono de 1921, durante uma visita ao est√ļdio do pintor Alexei Yakovlev.

Duncan apenas sabia algumas palavras de russo e Iessénine não falava, em absoluto, nenhuma língua estrangeira.

Casaram dia 2 de Maio de 1922.

Entre 1922 e 1923 o poeta acompanhou Isadora na sua tournée pela Europa e América, onde ia participando em eventos literários.

Duncan, como muitos dos artistas ocidentais desse per√≠odo, estava fascinada pelas novas e prometedoras ideias sovi√©ticas p√≥s-revolu√ß√£o, no entanto¬†Iess√©nine testemunhou o efeito devastador dessas mesmas ideias e n√£o partilhava do entusiasmo da mulher, surgindo assim as primeiras tens√Ķes no casamento.

As tens√Ķes que foram surgindo entre eles n√£o foram apenas de car√°cter pol√≠tico.¬†

Aliás, a viagem pela Europa e América tornou-se desastrosa para Iessénine.  

Alco√≥lico inveterado, tornou-se violento e descontrolado. Destruiu quartos de hotel, causou dist√ļrbios em restaurantes e o seus acessos de raiva foram bastante noticiados na imprensa mundial.

Diz-se que ele detestava Nova Iorque, que considerava uma cidade tão abominável que convidava ao suicídio. Enquanto lá viveu temeu perder o sentido espiritual da arte.

A sua sa√ļde f√≠sica e mental deteriorou-se e decidiram regressar a Paris.

O alcoolismo acentuou-se e, uma noite, partiu todos os espelhos e madeiras do quarto de hotel onde se encontrava alojado, no hotel Crillon. Amigos influentes ajudaram-no a libertar-se da polícia e Isadora Duncan decidiu interná-lo num hospital psiquiátrico.

Em Agosto de 1923 regressaram a Moscovo, desolados pela viagem e com¬†Iess√©nine a sofrer de depress√£o e alucina√ß√Ķes.

Segundo um amigo do poeta, Iessénine ficou obcecado pelo suicídio: atirou-se para a frente de um comboio, tentou saltar de uma janela de um edifício de cinco andares e até se tentou matar com uma faca da cozinha.

Iessénine tornara-se prioritariamente marido de Isadora e abandonou o grande poeta que era, e esta mutilação do seu ser transformou-o.

Para al√©m de alco√≥lico, violento e infiel,¬†vivia uma duplicidade de emo√ß√Ķes que, em simult√Ęneo, o tornava num ser violento para com a mulher e o homem mais apaixonado e amoroso que ela alguma vez poderia desejar.

Os amigos de Isadora declararam estar horrrorizados pela vida familiar que ela levava. Não percebiam como é que ela permitia ser tratada assim. Isadora desculpava-o, dizendo que ele estava doente e que não o poderia abandonar.

Depois do fim do casamento com Isadora Duncan, Iessénine envolveu-se com a actriz Augusta Miklashevskaya e, mais tarde, com Galina Benislavskaya, que cometeu suicídio um ano após a sua morte.

sergeiwww.ledha.com.br.jpgImagem klimbim2014.wordpress.com 

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Estante

no fundo da estante