Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

29
Dez17

A vida na cidade

Instalámo-nos na cidade. A vida na cidade é mais suportável para as pessoas infelizes... Um homem pode viver cem anos na cidade, estar há muito morto e putrefacto sem que ninguém dê por isso.

Lev Tolstoi - A Sonata a Kreutzer

29
Dez17

E devoramo-los

Hoje √© quase imposs√≠vel dizer: ¬ęVives mal, procura viver melhor¬Ľ.

Não se pode dizer isto nem a si próprio nem a ninguém. Se se vive mal a causa está no mau funcionamento dos nervos ou outra qualquer coisa do mesmo género. Então vamos a correr ao médico e prescrevem-nos trinta e cinco kopeks de medicamentos e devoramo-los.

Lev Tolstoi - A Sonata a Kreutzer

29
Dez17

E a mulher sabe-o

Hoje pretende dizer-se que se respeita a mulher. E assim uns cedem-lhe os seus lugares e apanham-lhe o len√ßo; outros reconhecem-lhe o direito de exercer todas as fun√ß√Ķes e de tomarem parte na administra√ß√£o.

Fazem tudo isto, mas a opinião é sempre a mesma; o corpo da mulher é um instrumento de prazer. E a mulher sabe-o.

Lev Tolstoi - A Sonata a Kreutzer

29
Dez17

Nada tínhamos para dizer

Resultado de imagem para love illustrationImagem moziru.com

Se o amor √© espiritual, s√≥ por palavras deve exprimir-se. Mas n√£o √©. Quando est√°vamos juntos era-nos dif√≠cil sustentar uma conversa. O assunto esgotara-se. Nada t√≠nhamos para dizer. Tudo, sobre a nossa vida futura, estava dito. Se f√īssemos animais sab√≠amos, de antem√£o, que n√£o era assunto de conversa. Connosco o caso era diferente. √Čramos obrigados a falar e n√£o t√≠nhamos nada para dizer. O assunto que nos interessava n√£o se resolvia com palavras.

Lev Tolstoi - A Sonata a Kreutzer

P√°g. 1/14