Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

05
Jan18

Lev Tolstoi| A sua doutrina da não-resistência ao mal

Resultado de imagem para tolstoyImagem www.nybooks.com

 

Durante as suas √ļltimas tr√™s d√©cadas, Tolstoi tamb√©m ficou c√©lebre como professor moral e religioso.¬†A sua doutrina da n√£o-resist√™ncia ao mal teve uma grande influ√™ncia sobre Gandhi.

Apesar das ideias religiosas de Tolstoi já não serem reverenciadas pelo respeito de outrora, o interesse pela sua vida e pela sua personalidade aumentou exponencialmente ao longo dos anos.

Tradução livre do inglês de www.britannica.com

04
Jan18

Ciclo de Leitura| A Lista de Harold Bloom| A Idade Democr√°tica-R√ļssia

Harold Bloom é um dos grandes mestres do pensamento literário do século XX.

Admiro até à paixão a inteligência fulgurante e a erudição magnífica deste pensador arrojado, deste autêntico amante da grande literatura, deste leitor fanático do que de melhor a nossa cultura ocidental já produziu.

Manuel Frias Martins in Introdu√ß√£o d'O C√Ęnone Ocidental de Harold Bloom

2.jpg

A Idade Democr√°tica: R√ļssia

 Mikhail Lermontov

-------------------------------------------------------------

Poemas Narrativosa aguardar entrega 

Um Herói do nosso Temposentregue 

 

Sergey Aksakov

 -------------------------------------------------------------

Crónica de Famíliaentregue

 

Alexandre Herzen

-------------------------------------------------------------

O meu Passado e os meus Pensamentosdesesperadamente à procura

Da outra Margemdesesperadamente à procura

 

Ivan Goncharov

 -------------------------------------------------------------

A  Fragata Palladaentregue

Oblomov, o Magnífico Preguiçosoentregue

 

Ivan Turgueniev

 -------------------------------------------------------------

 

Apontamentos de um Desportista\ Histórias de um Caçador

Um Mês no Campoa aguardar entrega 

Pais e Filhosentregue

Na Vésperaa aguardar entrega 

Primeiro Amor

 

livrologia.png

Do mesmo autor, leituras em fuga da Lista de Harold Bloom:

Fumo

 

 

Lev Tolstoi

 -------------------------------------------------------------

Os Cossacos

Guerra e Paz

Ana Kareninaentregue

A Confiss√£o

O Poder das Trevas

 

Novelas:

Os Três Eremitas

A Terra que um Homem precisa

Polikuchka, o Enforcado

A Sonata a Kreutzer

A Morte de Ivan Ilitch

livrologia.png

Do mesmo autor, leituras em fuga da Lista de Harold Bloom:

Ressurreição

  -------------------------------------------------------------

Nikolai Leskov

Contos

 -------------------------------------------------------------

Aleksandr Ostrovski

A Tempestadea aguardar entrega 

  -------------------------------------------------------------

Nikolai Chernyshevsky

Que Se Deve Fazer?

 

Anton Tchekov

Os Contos

As Peças Maiores

02
Jan18

Lev Tolstoi| A Sonata a Kreutzer

Pol√©mico e controverso √† √©poca - em 1889 - e ouso dizer, ainda hoje, A Sonata a Kreutzer √© um di√°logo no comboio entre dois passageiros, que mais parece um mon√≥logo, em que abordam¬†o¬†casamento¬†e as rela√ß√Ķes entre¬†homem¬†e¬†mulher,¬†de uma forma agreste, fria e desapaixonada.¬† Todo este di√°logo encerra em si as pr√≥prias opini√Ķes de Tolstoi, desvendadas no posf√°cio deste livro, como se o autor criasse com ele uma cartilha sobre a arte de bem amar, a si pr√≥prio, aos outros e a Cristo.

Tenho de confessar que a leitura deste livro foi perturbadoramente obsessiva. Desde a primeira p√°gina fui levada para bem longe das ideias criadas e recriadas pelo mundo sobre a uni√£o de um homem e de uma mulher.

Neste livro tudo pode estar erradamente certo e tudo pode estar correctamente errado.

02
Jan18

Lev Tolstoi| Ludwig van Beethoven e a sua Sonata a Kreutzer

Diz-se que, quando Ludwig van Beethoven criou a Sonata a Kreutzer, na sua mente deambulava a ideia musical de um amante tentar alcançar a sua amada, não obstante a chuva, a trovoada e a lama da carruagem impedirem o seu propósito.

Mas Lev Tolstoi com a sua Sonata a Kreutzer¬†leva este ideal rom√Ęntico de Beethoven para um outro espectro de cor, mais negro, mais agreste, mais severo, mais espiritual, mais despido, mais meditativo, expondo o fluir das paix√Ķes e dos sentidos como uma futilidade cruel e um obst√°culo √† revela√ß√£o do verdadeiro amor.

 

Beethoven quando escreveu a ¬ęSonata a Kreutzer¬Ľ sabia por que se encontrava naquele estado de cria√ß√£o, que o levava √† pr√°tica de determinados actos que tinham para ele um significado. Para n√≥s que somos levados pela m√ļsica n√£o tem significa√ß√£o.

Lev Tolstoi - A Sonata a Kreutzer

Beethoven - Kreutzer Sonata No. 9 in A major, Op. 47 - Liza Ferschtman, Julien Quentin

02
Jan18

A m√ļsica obriga a esquecermo-nos da nossa verdadeira personalidade

Resultado de imagem para sonata a kreutzer beethovenImagem www.classicfm.com

 

A m√ļsica obriga a esquecermo-nos da nossa verdadeira personalidade, transporta-nos a um estado que n√£o √© o nosso. Sob a influ√™ncia da m√ļsica temos a impress√£o de que sentimos o que n√£o sentimos; que compreendemos o que na realidade n√£o compreendemos; que podemos o que n√£o podemos. √Č como o bocejo ou o riso. N√£o temos sono mas bocejamos quando vimos algu√©m bocejar. N√£o temos vontade de rir, mas rimo-nos, ouvindo rir. A m√ļsica transporta-nos, de surpresa e imediatamente ao estado de alma em que se encontrava o artista no momento da cria√ß√£o, confundimos a nossa alma com a dele e passamos de um estado a outro sem saber por que o fazemos.

Lev Tolstoi - A Sonata a Kreutzer

P√°g. 6/6

O Livrologia é finalista dos Sapos do Ano
Ainda n√£o votaram?
Votem até 30 de Novembro. Aqui!
A Miss X aceitou o Desafio de Escrita dos P√°ssaros Espreitem o ninho
2019 foi o ano que escolhi para ler Sophia de Mello Breyner
Visitem o mundo encantado de Sophia
point.png
Em 2020 irei ler, ao longo de todo o ano, um autor português. Mas ainda é segredo! Querem tentar adivinhar?
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices

ūüďÜ Eventos Livrescos

  •  
  • A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    O que leio, capa a capa

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D