Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

27
Ago18

William Somerset Maugham| O médico que nunca o quis ser

Hospital St. Thoma's em meados de 1900 @ www.pinterest.pt

 

Em 1896 termina as suas primeiras duas histórias - A Bad Example e Daisy - e envia-as para a editora. 

Infelizmente, a história não agradou à editora e Maugham, como muitos grandes autores antes dele, lançou a sua carreira com o inevitável sabor da rejeição. Mas o escritor não ficou desanimado e começou a trabalhar numa nova história com base nas suas experiências como estudante de medicina.

Nessa altura, Maugham tinha começado a trabalhar como assistente de obstetrícia. Participou em cesarianas e ajudou a dar à luz uma média de três bebés por dia. Em três semanas participara em 63 partos.

O escritor começou a desenvolver uma obsessão por mulheres que morriam durante o parto, tornando-se num tema recorrente nas suas histórias. Primeiro em Liza of Lambeth (1897), mais tarde em Mrs. Craddock (1904), em The Merry-Go-Round (1904) e em Cakes and Ale (1930).

A teoria psicanalítica tentaria explicar a criatividade e a obsessão do escritor como uma transferência subliminar do desejo pré-edipiano da sua mãe para gerar filhos.

Em 1897 sai de St. Thoma's ao concluir os estudos. É convidado a trabalhar na obstetrícia, mas recusa, dedicando-se à escrita a tempo inteiro. 

25
Ago18

William Somerset Maugham| Retrato

Retrato de Somerset Maugham 1949 por Graham Sutherland

@ www.tate.org.uk

 

O primeiro de muitos retratos de Sutherland que conheceu Maugham em St. Jean Cap Ferrat, e foi convidado a pintar o seu retrato.

Maugham tinha então 75 anos.

O banco de bambu e a cor de fundo em tom ocre foram utilizados propositadamente como referência aos muitos dos cenários dos livros de Maugham no Extremo Oriente.

O retrato foi pintado a partir de desenhos feitos por Sutherland durante as sessões com o escritor.

Tradução livre do inglês @ www.tate.org.uk

25
Ago18

William Somerset Maugham| A inquietude nómada da imaginação

Vintage Doctors Bag / Leather Doctor Travel Bag / Medical Oddities

Mala de médico utilizada em 1900 @ www.pinterest.pt

 

Na Primavera de 1894, Maugham decidiu viajar durante seis semanas por Itália: Florença, Pisa, Veneza, Milão e Verona. O escritor acreditava (tal como eu) que a viagem era uma parte necessária da aprendizagem de um autor, mantendo assim a inquietude nómada da imaginação.

Nesse mesmo ano, começou o seu estágio clínico. Começa no ambulatório e esta experiência é descrita com vivacidade através da personagem Philip Carey, o estudante de medicina, em Of Human Bondage. Depois passa a assistente nas enfermarias cirúrgicas, dando pontos, tratando de feridas e substituindo ligaduras, também assistindo às cirurgias.

Passou seis meses na área administrativa, recolhendo o historial clínico dos pacientes, registando informações clínicas e efectuando análises.

Maugham confessou que achava mais fácil lidar com os pacientes do sexo masculino, visto que as mulheres eram muito exigentes e estavam sempre a reclamar com as enfermeiras.

Apesar das longas horas de turno, Maugham nunca parou de escrever.

Pág. 1/17