Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

30
Jun19

Sem aviso

Tanta coisa que ent√£o eu n√£o sabia.

Nunca tinham me falado, por exemplo, deste sol duro das três horas. Também não me tinham avisado sobre este ritmo tão seco de viver, desta martelada de poeira. Que doeria, tinham-me vagamente avisado. Mas o que vem para a minha esperança do horizonte, ao chegar perto se revela abrindo asas de águia sobre mim, isso eu não sabia. Não sabia o que é ser sombreada por grandes asas abertas e ameaçadoras, um agudo bico de águia inclinado sobre mim e rindo. E quando nos álbuns de adolescente eu respondia com orgulho que não acreditava no amor, era então que eu mais amava; isso eu tive que saber sozinha.

Também não sabia no que dá mentir. Comecei a mentir por precaução, e ninguém me avisou do perigo de ser tão precavida; porque depois nunca mais a mentira descolou de mim. E tanto menti que comecei a mentir até a minha própria mentira. E isso - já atordoada eu sentia - isso era dizer a verdade. Até que decaí tanto que a mentira eu a dizia crua, simples, curta: eu dizia a verdade bruta.

A Descoberta do Mundo (Crónicas) - Clarice Lispector

30
Jun19

Não é fácil escrever em português

clarice.jpg@ www.pinterest.pt

 

Asseguro-vos que não é fácil escrever em português: é uma língua pouco trabalhada pelo pensamento e o resultado é pouca maleabilidade para exprimir os delicados estados do ser humano.

in Minha próxima e excitante viagem pelo mundo

A Descoberta do Mundo (Crónicas) - Clarice Lispector

29
Jun19

Gata Borralheira ou Cinderela?

logo.jpgNão quero para já fazer qualquer paralelismo entre este conto de Sophia e o conto popular que todos conhecemos e que são muito diferentes na sua aparente semelhança.

Creio que é uma daquelas raras oportunidades de escrever sobre um dos contos mais contados, mais lidos e mais sonhados na história da literatura infantil.

Mas por agora vamo-nos centrar no título que tanta confusão tem lançado nos pequenos leitores ao longo de séculos de deslumbramento.

O conto Gata Borralheira é também referido como Cinderela.

Ingenuamente convencida que as capas definiam os livros que lia, durante a minha inf√Ęncia acreditei serem hist√≥rias distintas, porque muitas vezes as vers√Ķes da hist√≥ria n√£o coincidiam, apesar dos finais serem muito semelhantes.¬†

A vers√£o mais antiga √© origin√°ria da¬†China, datada de¬†860 a.C., tendo sido ocidentalizada pelo¬†italiano¬†Giambattista Basile¬† -¬†La gatta cenerentola - e¬†foi neste conto que Charles Perrault e os Irm√£os Grimm se basearam para escreverem as suas pr√≥prias vers√Ķes, que me levaram erradamente a acreditar que se tratavam de hist√≥rias distintas. A t√≠tulo de exemplo, a¬†vers√£o da Disney de 1950 √© bastante fiel √† de Perrault.

Como viria a descobrir mais tarde ambas as designa√ß√Ķes estariam correctas, visto que surgiram das tradu√ß√Ķes que foram efectuadas.

As palavras cenerentola (italiana, versão de Giambattista Basile La gatta cenerentola) e cendrillon (francesa, versão de Charles Perrault Cendrillon), cujos significados remetem para "pequenas cinzas", deram origem a cinderela.

A palavra borralheira deriva de borralho, "brasido coberto com a própria cinza", visto que a personagem principal era assim descrita, como estando suja de cinzas, devido aos trabalhos domésticos que fazia.

Esta significação, a de uma mulher que vem das cinzas, é importante não só na simbologia da história, mas também no próprio conceito social que se generalizou, demasiadas vezes extrapolado e deturpado, mas sobre isso escreverei mais adiante, enquanto me embrenho no conto de Sophia.

29
Jun19

Espelhos

N√£o se veja nesse espelho.

(...)

Sabe... √© preciso n√£o dar import√Ęncia a este g√©nero de espelhos. S√£o como as pessoas m√°s, n√£o dizem a verdade.

História da Gata Borralheira - Sophia de Mello Breyner Andresen

in Histórias da Terra e do Mar

P√°g. 1/10

2019 foi o ano que escolhi para ler Sophia de Mello Breyner
Visitem o mundo encantado de Sophia
Em 2021 irei ler Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Estante

no fundo da estante