Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

29
Jun19

Ver√£o no baile

clarice.jpg@ www.pinterest.pt

 

Ela pensa o leque e com o leque se abana. E com o leque fecha de s√ļbito o pensamento num estalido, vazia, sorridente, r√≠gida pela cinta apertada, ausente. O leque distra√≠do e aberto no peito. ¬ęTamb√©m sei, elas arranjar√£o casamento¬Ľ, concorda ela como visita que √© recebida na sala de visitas. Mas num alvoro√ßo controlado, eis que se abana com mil asas de pardal.

A Descoberta do Mundo (Crónicas) - Clarice Lispector

28
Jun19

Esta minha lucidez pode-se tornar o inferno humano

Estou sentindo uma clareza tão grande que me anula como pessoa atual e comum: é uma lucidez vazia, como explicar? assim como um cálculo matemático perfeito do qual, no entanto, não se precise. Estou por assim dizer vendo claramente o vazio. E nem entendo aquilo que entendo: pois estou infinitamente maior do que eu mesma, e não me alcanço.

Além do quê: que faço dessa lucidez? Sei também que esta minha lucidez pode-se tornar o inferno humano - já me aconteceu antes. Pois sei que - em termos de nossa diária e permanente acomodação resignada à irrealidade - essa clareza de realidade é um risco.

in A lucidez perigosa

A Descoberta do Mundo (Crónicas) - Clarice Lispector

26
Jun19

Clarice Lispector | O fim do seu casamento


sem nome.pngMaury e Clarice no vulc√£o Ves√ļvio
@ polivanda.blogspot.com

Em 1957 o casamento com Maury começa a mostrar os primeiros sinais de ruptura.

Os porquês do fim do casamento de Clarice não são conhecidos.

Seria importante conhecê-los?

Aos fins raramente lhes resta sentidos e, se os h√°, ser√£o por raz√Ķes que a pr√≥pria raz√£o desconhece.

Numa das suas crónicas - O Estado Atingido - talvez aponte a suprema razão de todas:

Depois da √©poca de palavras de amor, de palavras de raiva, de palavras, as rela√ß√Ķes entre os dois tornaram-se aos poucos imposs√≠veis de resultar numa frase ou numa realidade clara. √Ä medida que estavam casados h√° tanto tempo, as diverg√™ncias, as desconfian√ßas, certa rivalidade jamais chegavam √† tona, embora elas existissem entre eles como o plano dentro do qual se entendiam. Esse estado quase impedia uma ofensa e uma defesa, e jamais uma explica√ß√£o.

Formavam o que se chama um casal comum.

 

Esta crónica poderia ter sido uma confissão íntima ou uma mera observação casual, nunca o saberemos. O que sabemos é que a Clarice desconfortavam-na as constantes viagens para o estrangeiro, a lonjura do Brasil e da sua língua, os laços quebrados com amigos e familiares e o papel que interpretava de esposa comum nos eventos diplomáticos que a entediavam.

A vida nómada e o mundo diplomático nunca foi muito do agrado de Clarice. 

Quando o seu filho Pedro foi diagnosticado com esquizofrenia, o seu mundo ficou ainda mais do avesso. Os episódios agressivos, frequentes e complicados,  provocaram à escritora uma grande dor e um sentimento de culpa sem fim. Perturbou-a mais do que esperara.

A viver j√° numa ang√ļstia profunda e num cansa√ßo psicol√≥gico insuport√°vel, em 1959¬†separa-se de Maury.

Regressa ao Brasil com os dois filhos

Maury ainda tentaria, através de uma carta enviada de Washington, a reconciliação que, contudo, não viria a acontecer, iniciando-se assim um longo processo de separação conjugal.

26
Jun19

The true writer

The true writer, he does not write to get published. He writes because he has something urgent and personal that he needs to say.

A writer must write, as he must breathe and he keeps on doing it, despite the loneliness, despite the poverty, despite the piles of rejection letters, despite the parent or the wife who call out "you fool, why don't you get a real job?"

A writer writes because if he does not, his soul will starve.

in The Wife de Björn Runge

26
Jun19

Era um homem a ser guiado, n√£o a guiar

At√© que ponto ter√° sido compreens√≠vel para ele mesmo o seu pr√≥prio ato de ren√ļncia do mais alto cargo?

Mal posso imaginar o seu desarvoramento solit√°rio. Quando um ato irracional provoca monstruoso eco, o homem provavelmente se sente quase inocentado diante daquilo que seu grito provocou: de vibra√ß√£o em vibra√ß√£o, o desabar da avalancha. A verdade de sua demiss√£o ele mesmo n√£o sabe, talvez nunca saiba, pois j√° se afogou sob os pretextos e explica√ß√Ķes. Ele foi pessoal, o que √© crime num homem p√ļblico.

O sacrifício de um líder ou de um santo ou de um artista - que chegaram àquilo que são exatamente por terem sido de início altamente pessoais - o seu sacrifício é o de não o serem mais. A cruz deles é esquecer-se de sua própria vida.

(...)

Mas aquele homem p√ļblico se restringiu a si mesmo. Da grandeza dos defeitos humanos ele fez defeitos mesquinhos. Criminoso por pequenez. Era um homem a ser guiado, n√£o a guiar.

in Lembrança de um homem que desistiu

A Descoberta do Mundo (Crónicas) - Clarice Lispector

O autor português de 2021 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Estante

no fundo da estante