Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

04
Mar20

Brings to nothing stars

On the abyss's edge we slide

and soon will plunge head first; our life

is given us with our death - and we,

when we are born, begin to die.

Without an ounce of pity, death

strikes all things, brings to nothing stars,

and suns are quenched by her cold breath - 

destroyer of the universe.

 

Gavrila Derzhavin

Excerto do poema On The Death of Prince Meshchersky

in Chapter I - The Eighteenth Century

The Penguin Book of Russian Poetry - edited by Robert Chandler, Boris Dralyuk and Irina Mashinski

03
Mar20

Maugham regressou muito doente da sua miss√£o na R√ļssia

maugham4.jpgMaugham regressou muito doente da sua miss√£o na R√ļssia.

O diagnóstico? 

Tuberculose.

Decide viajar para a Escócia e fica internado num sanatório privado em Banchory que, na época, possuía o melhor tratamento que existia, visto que os antibióticos ainda não tinham sido descobertos.

Ficaria internado por mais de um ano. Durante esse tempo apreciou à sua maneira a vida tranquila de inválido, adorando as horas que passava deitado na cama a descansar, afastado da pressão da responsabilidade da sua própria vida.

Confessou que na privacidade do seu quarto adorava olhar pela janela e observar o c√©u estrelado √† noite e durante o dia lia e ficava imerso nas suas reflex√Ķes.

À medida que recuperava as forças e ia melhorando foi passando mais tempo fora do quarto com os outros pacientes, jogando às cartas ou sentando-se na varanda ao ar livre.

Mas Maugham estava ávido por notícias de Londres, ansiando por saber o que se passava na guerra, no teatro e na vida social que deixara para trás.

03
Mar20

O ser humano procura uma só coisa na vida

- Mas está convencido de que as pessoas fazem alguma coisa que não seja por motivos egoístas?

- Sim.

- √Č imposs√≠vel que o fa√ßam. Vai perceber √† medida que for ficando mais velho que a primeira coisa indispens√°vel para que o mundo seja um s√≠tio suport√°vel para viver √© reconhecer a inevitabilidade do ego√≠smo no ser humano. Exige a generosidade dos outros, mas √© absurdo exigir que os outros sacrifiquem os seus desejos em benef√≠cio dos seus. Porque deveriam?

Quando se convencer de que cada um está sozinho no mundo pedirá menos aos seus semelhantes. Eles não irão desiludi-lo e olhará para eles de maneira mais caridosa. O ser humano procura uma só coisa na vida: o seu próprio prazer.

 

Servid√£o Humana-W. Somerset Maugham

02
Mar20

Alice, num País das Maravilhas só meu

Untitled.png

Quando em 2019 decidi ler Sophia comecei a procurar os seus livros pela biblioteca. Li-os praticamente todos assim. Por√©m, houve algumas excep√ß√Ķes em que n√£o resisti a comprar os livros para ficar com eles para mim.

Um deles foi A Floresta.

Não sei bem explicar porquê, mas este livro exerceu um fascínio tal em mim que fui impelida a comprá-lo e a torná-lo meu.

As ilustra√ß√Ķes de Sofia Arez s√£o bel√≠ssimas e sempre que viro a p√°gina sinto-me Alice, num Pa√≠s das Maravilhas s√≥ meu, por entre p√°ginas amarelecidas, por entre tra√ßos de um livro que me parece t√£o antigo, n√£o o sendo.

De todos os livros infantis que li de Sophia este livro tem uma certa magia que se une à minha:

IMG_20200222_161659.jpgFoto Miss X

01
Mar20

Comentário noticioso cor-de-rosa pálido e a entrevista ao Coronavírus

bookinices_winter-rosa.png

GD: Vejo que n√£o nos quer revelar muito, mas eu sei, at√© porque foi uma fonte pr√≥xima do casal que me informou, que o car√≠ssimo COVID-19 tem sido alvo de press√Ķes externas para se tornar em pandemia, como referiu, mas tamb√©m para aumentar a sua mortalidade.

COVID: N√£o vou dizer que n√£o estou a receber press√Ķes de v√°rios lados para matar o m√°ximo de humanos poss√≠veis. H√° uma grande press√£o para me transformar em pandemia, n√£o vou mentir, mas ainda nada em concreto.

 

GD: E pode dizer-nos quem tem feito essa press√£o?

COVID: √Č uma press√£o de v√°rios lados, mas em particular de Deus. Deus tem-me apoiado imenso e feito lobbying para que eu mate grande parte da popula√ß√£o mundial a ver se o planeta terra ainda tem algum tipo de salva√ß√£o. Ele queria evitar aster√≥ides e cheias desta vez, at√© porque sai muito caro e causa muito estrago ao n√≠vel da decora√ß√£o da Terra.

 

GD: Então admite que está a ser instrumentalizado para fins de controlo de população?

COVID: N√£o confirmo nem desminto, mas repare que, desde que eu infectei humanos, s√≥ na China j√° os obriguei a reduzir as emiss√Ķes de CO2 em mais de 25%, porque tiverem de parar f√°bricas e ind√ļstrias inteiras para me conter. Disso ningu√©m fala, s√≥ falam dos mortos para me dar m√° fama, mas das coisas boas est√£o caladinhos que nem ratos na China, com medo de serem comidos.

 

GD: 25%? Isso é realmente incrível!

COVID: √Č verdade! Chupa, Greta! √Č assim que se reduz a polui√ß√£o e o aquecimento global. N√£o √© com greves √†s aulas, √© a trabalhar no duro como eu, a infectar e a matar pessoas.

 

GD: E, diga-me, COVID-19, tem receio que os humanos criem uma vacina que lhe estrague os planos?

COVID: Sinceramente, não. Porque haverá sempre os maluquinhos contra as vacinas que podem ser os meus hospedeiros e, parecendo que não, se eu só matar esses até é uma boa triagem da humanidade, eliminando grande parte dos menos aptos intelectualmente. Se calhar até ficamos todos a ganhar.

 

Excerto da Grande entrevista ao Coronavírus por Guilherme Duarte @ 24

P√°g. 4/4

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Estante

no fundo da estante