Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

22
Set21

A marca inconfundível que Tolstoi deixa em todos os seus livros

CONVERSATORIO_RUSSIA.pngDescrever Anna Karénina como uma mera história de amor seria demasiado redutor. Neste livro há muito mais.

Aliás, a marca inconfundível que Tolstoi deixa em todos os seus livros é quando nos revela as suas perspectivas sociais, políticas, económicas e morais. 

Há sempre uma crítica atravessada num parágrafo, uma observação sarcástica por detrás de um diálogo, uma constatação velada sobre a ironia de uma sociedade que se devora a si própria.

O mais interessante nas cr√≠ticas de Tolstoi √© que estas v√™m de um homem que n√£o fazia parte da sociedade oprimida, mas que pertencia a uma das mais privilegiadas e poderosas fam√≠lias da R√ļssia.

21
Set21

A dor dos tempos pousa

Como um dourado fulvo a dor dos tempos pousa,

numa serena ang√ļstia que imortal congela

as mãos e os mantos, os olhares e o céu,

e a terra glutinosa, a dor dos tempos pousa

nos cinco ali presentes, no momento em que

da morte o gesto apenas é quanto lhes resta

como presença dela que passou.

Excerto do poema Pietà de Avignon

Metamorfoses (1963)

in Poesia II de Jorge de Sena

20
Set21

Em cima ou ao lado do Trópico de Capricórnio

1-questao1.jpg

Uma vez que 80% dos poemas da 1.¬™ edi√ß√£o de Arte da M√ļsica foram escritos no Brasil, enquanto grande parte dos de Metamorfoses haviam sido ainda compostos em Portugal, quando eu nem sonhava que me veria a viver em cima ou ao lado do Tr√≥pico de Capric√≥rnio, que, se ainda me lembro de tais geografias, passa por ali em S√£o Paulo.

Excerto de Pref√°cio de Jorge de Sena

in Poesia II de Jorge de Sena

16
Set21

Artes que à primeira vista nada teriam em comum

21962060_NYu4a.png

Tudo inspira Sena, já o sabíamos.

Não só vivia de inspiração, mas também de experimentação.

Sena foi um autor que nunca teve medo de experimentar, de inovar, arriscando escrever o que raramente soube o que viriam a ser essas palavras rabiscadas num ímpeto de inspiração.

A experimenta√ß√£o levou-o a entrecruzar artes que √† primeira vista nada teriam em comum: a poesia com as artes pl√°sticas (Metamorfoses) e a poesia com a m√ļsica (Arte de M√ļsica).¬†

Talvez entrecruzar não seja a definição correcta e seja mais um processo transformativo recíproco de ambas as artes que se complementam.

Gra√ßas a Sena podemos ler um poema observando uma escultura, um monumento, uma pintura ou escutando m√ļsica. Proporcionou-nos a leitura da poesia a v√°rias dimens√Ķes e n√£o haver√° assim tantos poetas que o tenham conseguido.

De longa data me interessou uma repercussão poética das outras artes.

~Jorge de Sena~

Quanto mais leio, menos sei

O autor português de 2021/2022 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Estante

no fundo da estante