Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

28
Fev23

Qualquer pessoa pode ser um intelectual

sena02-2.png

Penso que a ideia de que os intelectuais querem transformar o mundo deve ser distinguida do pensar-se em que medida, realmente, eles têm poder para o transformar.

E, além disso, penso que devemos definir o que intelectual seja. Creio que o intelectual só pode ter uma função efectiva na medida em que à sua formação técnica, literária, ou o que seja, ele acrescentar uma consciencialização crítica do mundo em que vive e dos problemas com que se enfrenta.

Nesse sentido, qualquer pessoa pode ser um intelectual; e, uma pessoa com uma alta formação universitária ou com uma carreira burocrática, etc. pode não o ser.

 

Excerto da entrevista Vida Mundial, Lisboa, 25 de Agosto de 1972 por João Carreira Bom

in Entrevistas 1958-1978, edição de Mécia de Sena e Jorge Fazenda Lourenço

28
Fev23

Jorge de Sena | Monte Cativo e Outros Projectos de Ficção

Monte-Cativo.jpg

Este livro não é um livro comum, guarda dentro de si rascunhos, inícios inacabados de projectos de Jorge de Sena que nunca veriam a luz do dia:

A reuni√£o dos contos juvenis e projectos de fic√ß√£o num √ļnico volume, pela ordem cronol√≥gica da escrita, permite acompanhar os primeiros passos do Jorge de Sena ficcionista, marcados pela experimenta√ß√£o genol√≥gica (da narrativa hist√≥rica ao ¬ęconto em moldes infantis¬Ľ) e de processos narrativos, com particular incid√™ncia na focaliza√ß√£o, na constru√ß√£o das personagens, do tempo e do espa√ßo. "A Personagem Total" √© o texto mais ambicioso, e mais oficinal, com o seu jogo de n√≠veis narrativos, o seu ludismo verbal, a sua indetermina√ß√£o entre o sonho e a realidade, as suas nota√ß√Ķes metaficcionais e a sua quest√£o do nome e do duplo.

~ Jorge Fazenda Lourenço

27
Fev23

Esqueceram-se de si...

Desastradamente, eu disse o gracejo que já tinha na cabeça antes de ele falar: Esqueceram-se de si...

Mas ele, e abria a porta, desmentiu: Não... Eu é que me esqueci... e desmentiu como se se não tratasse de um gracejo e como se na minha frase não houvesse nada que o pudesse ferir ou o ferimento não fosse de sentir-se no meio de outros maiores.

in Monte Cativo e Outros Projectos de Ficção de Jorge de Sena

27
Fev23

Ac√ß√Ķes solidamente e serenamente positivas

sena02-2.png

Penso que a juventude se deve guardar para ac√ß√Ķes solidamente e serenamente positivas, e aprender a distinguir entre o ca√≥tico, em que pode perder-se, e o limitadamente efectivo, em que pode fazer ouvir a sua voz.

 

Excerto da entrevista O Estudante de Lourenço Marques por Carlos Manuel Marques Gouveia (inédita)

in Entrevistas 1958-1978, edição de Mécia de Sena e Jorge Fazenda Lourenço

25
Fev23

A culpa

A culpa não é nossa mas está em nós. Suponhamos que eu quero ir daqui àquela cadeira. Suponhamos que não chego lá e não chego porque me cansei no meio do caminho. Faço todos os esforços, não consigo dar mais um passo.

A culpa de lá não chegar não é minha, visto eu ter feito todos os esforços. Mas está em mim, porque fui eu que me cansei.

in Monte Cativo e Outros Projectos de Ficção de Jorge de Sena

24
Fev23

Mais vale ter d√ļvidas do que certezas

sena02-2.png

Por outro lado, parece-me que a juventude de hoje est√° mais confusa do que estiveram outras anteriores em geral.¬†Mas isso √© um bem muito grande, porque mais vale ter d√ļvidas do que certezas, e mais vale manter o esp√≠rito aberto do que fechado ao entendimento da muita variedade de solu√ß√Ķes e problemas do mundo contempor√Ęneo.

 

Excerto da entrevista O Estudante de Lourenço Marques por Carlos Manuel Marques Gouveia (inédita)

in Entrevistas 1958-1978, edição de Mécia de Sena e Jorge Fazenda Lourenço

P√°g. 1/4

Quanto mais leio menos sei
O autor português de 2021/2022 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Estante

no fundo da estante