Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

30
Set23

Novos Clubes de Leitura e um adeus à Feira do Livro do Porto

bookinices.png

Não perdi a Feira do Livro do Porto 2023 e, uma vez mais, comprei demasiados livros. Não os vou revelar.

Farão parte de um ciclo de leitura que estou a a preparar e que mais tarde revelarei. Andei com eles nos braços durante horas, cansada já de carregar tantas palavras sem as ler. imageedit_2_5681807118.jpg

Cheguei aos¬†Jardins do Pal√°cio de Cristal bem antes da abertura da feira, para evitar multid√Ķes e olhar para os livros com todo o tempo do mundo. Vozes, nenhumas. Apenas o rugir das √°rvores que perdiam as suas primeiras folhas e o cheiro dos livros.

 

A Biblioteca Municipal de Sines está a preparar a Onda Literária, um projecto que irá  promover o livro e a leitura. Irá haver uma feira do livro, encontros com escritores e momentos de escrita criativa e ilustração. De 05 a 07 de Outubro 2023, no Pátio das Artes, Sines | 10h0-19h00 / 20h00-22h00.

 

Cada vez h√° mais clubes de leitura, mas este √© √ļnico.¬†O Clube de Leitura Teatral √© um projecto conjunto do Teatro Acad√©mico de Gil Vicente e A Escola da Noite que pretende divulgar, dar a conhecer e promover a dramaturgia. Dia 03 de Outubro 2023, √†s 18h30, no¬†Teatro Acad√©mico Gil Vicente (TAGV),¬†Pra√ßa da Rep√ļblica, Coimbra.

 

Outro clube de leitura a não perder, mais a sul: Clube de Leitura de Lagos: As Vozes Delas - 11 Livros, 11 Mulheres com João Ricardo Pedro e Joana Bértholo. Dia 14 de Outubro de 2023, às 18h00 na Biblioteca Municipal e Lagos.

30
Set23

Iam à cidade de Delfos oferecer parte dos seus cabelos ao templo de Apolo

Ora, nessa √©poca, era ainda costume na Gr√©cia que os homens jovens, ao sa√≠rem da¬†inf√Ęncia, iam √† cidade de Delfos oferecer parte dos seus cabelos ao templo de Apolo.

Teseu para lá seguiu como os demais; e dizem que o lugar onde se fazia a cerimónia dessa oferenda conserva-lhe até hoje o nome, pois ainda no presente se chama Teséia.

Excerto de Teseu e Rómulo

in Vidas Paralelas de Plutarco

29
Set23

Começo a perceber que todas as leituras se entrecruzam em acasos

imageedit_3_2439485458.png

Quando leio um livro que, directa ou indirectamente, me deixa uma sugestão para ler outro livro ou outro autor, gosto de a seguir. Com tantas leituras feitas ao longo da minha existência começo a perceber que todas elas se entrecruzam em acasos, construindo sentidos literários inesperados.

Aconteceu novamente com a poesia de Cavafy em estreita relação com Plutarco. 

Cavafy ao recorrer √†s obras de Plutarco para se inspirar, acabaria por influenciar a sua pr√≥pria poesia, o que agu√ßou ainda mais a minha curiosidade sobre este grande ensa√≠sta e bi√≥grafo grego. Ali√°s, mais moralista do que fil√≥sofo e historiador, foi um dos √ļltimos grandes representantes do helenismo quando este chegava ao seu fim.

Comecei a ler Vidas Paralelas, uma compilação de várias biografias de homens ilustres da Roma e Grécia Antigas escritas por Plutarco. São 23 pares de biografias, contendo cada par a biografia de um homem ilustre grego e outro romano.

 

De Constantine P. Cavafy:

  • acabei de ler¬†Os Poemas

 

De Plutarco:

  • comecei a ler¬†Vidas Paralelas
29
Set23

Intermezzo

Hoje não posso ver ninguém:
sofro pela Humanidade.
Não é por ti.
Nem por ti.
Nem por ti.
Nem por ninguém.
√Č por algu√©m.
Alguém que não é ninguém
mas que é toda a Humanidade.

Poema Intermezzo in Movimento Perpétuo 1956

in Obra Completa de António Gedeão

28
Set23

Konstandinos Kavafis | Os Poemas

9789727088454.png

Cavafy, um dos poetas gregos que mais influência teve na literatura moderna grega, chegou até mim por uma carta trocada entre Sophia de Mello Breyner Andresen e Jorge de Sena.

Graças aos autores que leio vou expandindo as minhas leituras para poetas e escritores que provavelmente jamais iria ler.

A influência de Cavafy vai muito para além da literatura grega, atravessando fronteiras e inspirando, quer pela sua linguagem, quer pelos temas que aborda.

A sua poesia é marcada pela sua expressão individualista, pela atemporalidade do contexto histórico e mitológico, pela subtileza e complexidade, convidando os seus leitores à contemplação da condição humana.

28
Set23

Duas tendências opostas que se defrontavam

Eram duas tend√™ncias opostas que se defrontavam no fundo da sua ignota e ainda n√£o expandida personalidade: uma √Ęnsia inquietante de infinitudes, e outra, apaziguadora, de limites definidos e de pacifica√ß√£o de aspira√ß√Ķes e de desejos. Da mesma maneira que sofria essas fases de quase decad√™ncia f√≠sica, tamb√©m Matilde atravessava verdadeiras crises de euforia vital.

in Regresso ao Caos (1960) de Natália Nunes

27
Set23

O olhar de Kavafis está tingido de indiferença de tudo aceitadora

cavafy.png

Não cremos que, por tudo isto, possamos considerar como pessimista a sua poesia: antes umas vezes estóica, outras vezes epicurista, outras vezes sarcástica, mas sempre fundamentalmente resultante da indiferença de quem se limita já a rememorar.

Afirmámos ser o desejo, o mais intenso, em qualquer situação, o seu principal fio condutor. Contudo, o olhar de Kavafis está tingido de indiferença de tudo aceitadora.

Por vezes refere intransigências sobre comportamentos, mas é com ironia e desenfado que delas imediatamente se alheia. Como se nos dissesse: há os que tudo fazem pelo e com o desejo, esses interessam-me; há os que nada fazem pelo desejo, esses dão-me dó, qual o velho já alheio à vitalidade, meio adormecido num café.

in Prefácio de Joaquim Manuel Magalhães e Nikos Pratsinis 

in Os Poemas de Konstantinos Kavafis

27
Set23

Um e outro acabaram incorrendo no ódio e malquerença dos seus cidadãos

Um e outro raptaram mulheres, e nem um nem outro p√īde evitar a infelicidade de¬†querelar com os seus e de sujar-se com o sangue de parentes pr√≥ximos; e, mais, sustenta-se¬†que um e outro acabaram incorrendo no √≥dio e malqueren√ßa dos seus cidad√£os, se queremos¬†ao menos receber por verdadeiro o que sobre isso se escreve menos estranhamente e onde h√°¬†mais apar√™ncia de verdade.

Excerto de Teseu e Rómulo

in Vidas Paralelas de Plutarco

P√°g. 1/8

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Estante

no fundo da estante