Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

23
Jan19

Talvez de uma falha súbita na lógica do universo

Perguntas como pode surgir o sentimento de amar.

Ela responde-te: Talvez de uma falha súbita na lógica do universo. Diz: Por exemplo de um erro. Diz: Nunca de um querer.

Tu perguntas: O sentimento de amar poderia surgir de outras coisas ainda? Pedes-lhe que diga.

Ela diz: De tudo, de um voo de pássaro nocturno, de um sono, de um sonho de sono, da aproximação da morte, de uma palavra, de um crinie, de si, de si próprio, de súbito sem saber como.

 

A Doença da Morte

Textos Secretos - Marguerite Duras

22
Jan19

Ela abre os olhos, diz: Não minta mais

Ela abre os olhos, diz: Não minta mais.

Diz que espera nunca saber nada da maneira como tu sabes, nada no mundo.

Diz: Eu não queria saber nada da maneira como sabe, com essa certeza que vem da morte, essa monotonia irremediável, igual a si mesma todos os dias da sua vida, todas as noites, com essa função mortal da ausência de amar.

A Doença da Morte

Textos Secretos - Marguerite Duras

22
Jan19

Sozinho no mundo como querias

Tu continuas a falar, sozinho no mundo como querias. Dizes que o amor sempre te pareceu deslocado, que nunca percebeste, que sempre evitaste amar, que sempre te quiseste livre de não amar. Dizes que estás perdido. Dizes que não sabes em quê, em que é que estás perdido.

 

A Doença da Morte

Textos Secretos - Marguerite Duras

22
Jan19

Marguerite Duras | Viagens emocionais

001duras.jpgMarguerite Duras @ www.imdb.com

 

As obras de Duras são dotadas de um sentido poético pungente, com ambientes criados de forma cinematográfica que evocam sentimentos. Mais do que uma sucessão de acontecimentos, os livros de Duras centram-se em estados de espírito, viagens emocionais que exigem um compromisso por parte do leitor, uma entrega compatível com o desnudar emocional da autora.

 

A separação entre ficção e realidade é um exercício muito difícil em Duras, que alimenta a escrita da sua vida, das suas percepções, das suas próprias emoções. Não há distanciamento na obra de Duras, que com os anos vai criando uma mitologia em seu torno, alimentada pela realidade ficcionada dos seus livros.

 

Há sempre figuras femininas marcantes nos livros de Duras. São por norma mulheres que desafiam as convenções, de uma grande força face à adversidade mas de uma enorme fraqueza face à tentação, e por tentação entenda-se desejo sexual. O amor é em Duras uma força destrutiva, uma procura errante por um ideal.

Excerto de O medo do esquecimento: o centenário de Marguerite Duras de João Oliveira

@ sentidodoslivros.blogspot.com

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos Pássaros está aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Estante

no fundo da estante