Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livrologia

Livrologia

21
Mar17

Knut Hamsun| O l√≠der da revolta neo-rom√Ęntica

Relativamente à evolução de Hamsun como escritor, é muito mais difícil de descrever o seu percurso evolutivo. Ao contrário de praticamente todos os outros escritores que já viveram, Hamsun parece ter surgido totalmente formado, livre de qualquer tradição literária definível, ou mesmo influências explícitas. 

Após um longo período de tempo a escrever juvenilia, Hamsun levantou a sua voz aos trinta e poucos anos - e era diferente de qualquer outra que se tinha feito ouvir.

Segundo¬†Hamsun, a escrita daquele tempo era dominada por volumes com enredos laboriosos cheios de conversa fiada e prosa artificial que continha pouca profundidade psicol√≥gica e emocional.¬†Hamsun revoltou-se contra todas essas conven√ß√Ķes, tornando-se no l√≠der da revolta neo-rom√Ęntica no virar do s√©culo, resgatando o romance da tend√™ncia do¬†naturalismo excessivo.

Utilizando um estilo simultaneamente cortante e surpreendentemente l√≠rico, escreveu pequenas hist√≥rias, muitas vezes na primeira pessoa, baseadas menos em ac√ß√Ķes, e mais focadas nas¬†maquina√ß√Ķes complicadas, contradit√≥rias e muitas vezes brutais da mente e do cora√ß√£o humanos.

O resultado foi uma s√©rie de romances "psicol√≥gicos" de tirar o f√īlego, que surpreenderam tanto os cr√≠ticos como os leitores.

Pesquisa, adaptação e tradução livre do inglês de www.theguardian.com e www.britannica.com

 

Resultado de imagem para Knut Hamsun

Imagem no.wikipedia.org

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem coment√°rios moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

2019 foi o ano que escolhi para ler Sophia de Mello Breyner
Visitem o mundo encantado de Sophia
Em 2021 irei ler Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Estante

no fundo da estante