Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

08
Out18

Numa garrafa há quatro copos

Por fim, o pároco falou:

- Uma garrafa de Porto pode considerar-se de duas maneiras: ou como símbolo de uma vida feliz ou como um método de pensamento...

Numa garrafa há quatro copos.

O primeiro encontra-se cheio de perspectivas: entramos na vida inconscientes, capazes de saber então se ela será boa ou má.

No segundo copo encontra-se inteiramente concentrada a alma do cacho: é a juventude, com as folhas de vinha no cabelo e a paixão própria do sangue moço.

O terceiro copo é vazio de emoções; é grave e calmo como a meia-idade; deve beber-se vagarosamente, pois nos encontramos então na plena posse das nossas potencialidades, situação que nunca virá a repetir-se.

O quarto copo encerra a tristeza da morte e o sabor agridoce das recordações.

 

A Escolha de Amyntas-W. Somerset Maugham