Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livrologia

Livrologia

08
Jun23

Pela primeira vez, em toda a minha vida de leitora, li um premiado Pulitzer

22237838_aC3Fh.jpeg

Ao criar um ciclo de leitura de premiados Pulitzer decidi dar o primeiro passo, num caminho iniciático peculiar, pela literatura dos Estados Unidos. Sei que há grandes nomes por onde poderia ter começado como Edgar Allan Poe, Emily Dickinson, Walt Whitman, William Faulkner entre tantos outros, mas escolhi começar desta forma.

Pela primeira vez, em toda a minha vida de leitora, li um premiado Pulitzer e, logo o primeiro de todos eles: His Family de Ernest Poole.

Pesei o contexto histórico e a intenção do autor, mas ainda assim Poole não me encantou. Ao explorar a mente de um homem, cujas três filhas crescem e mudam com os novos tempos, Poole coloca a eterna questão existencial se as mudanças acontecem para melhor ou para pior. Tal como Os Irmãos Karamazov de Dostoiévski cada uma das suas três filhas representam três modos diferentes de se viver a existência, como mãe, como activista e como um espírito livre. E é através da família que as grandes mudanças sociais e económicas, que ocorrem com a Primeira Guerra Mundial, são analisadas, o que torna o tema da reforma social, que Poole gosta tanto de advocar, mais real e pessoal e não um mero relato jornalístico.

Há pequenos precisosismos da época que achei interessantes como o relato de alguns momentos da história de Nova Iorque, o aparecimento dos novos subúrbios da cidade, a mecanização da agricultura, a liberdade sexual feminina. O que achei mais engraçado foi o optimismo e a esperança com que o autor encara a Primeira Guerra Mundial, esperando um desenlace rápido e pacífico, quando no futuro iria ocorrer uma Segunda Guerra Mundial.

Do ciclo de leitura Pulitzer assim estão as minhas leituras:

De Ernest Poole:

  • acabei de ler His Family

 

De Booth Tarkington:

  • comecei a ler The Magnificent Ambersons
Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos Pássaros está aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D