Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

28
Fev18

Ciclo de Leitura| A Lista de Harold Bloom| A Idade Aristocr√°tica-It√°lia

Harold Bloom é um dos grandes mestres do pensamento literário do século XX.

Admiro até à paixão a inteligência fulgurante e a erudição magnífica deste pensador arrojado, deste autêntico amante da grande literatura, deste leitor fanático do que de melhor a nossa cultura ocidental já produziu.

Manuel Frias Martins in Introdu√ß√£o d'O C√Ęnone Ocidental de Harold Bloom

2.jpg

A Idade Aristocr√°tica: It√°lia

Dante:

A Divina Comédia

Vita Nuovaentregue

 

Petrarca:

Poemas Líricos

Selec√ß√Ķes

 

Giovanni Boccaccio:

Decameronentregue

 

Matteo Maria Boiardo:

Orlando innamorato

 

Ludovico Ariosto:

Orlando Enamorado

 

Miguel √āngelo Buonarroti:

Sonetos e Madrigais

 

Maquiavel:

O Príncipeentregue

A Mandr√°gora

 

Leonardo da Vinci:

Livros de Notas

 

Besti√°rio, F√°bulas e Outros Escritosentregue

 

Baldassare Castiglione:

O Livro do Cortes√£o

 

Gaspara Stampa:

Sonetos e Madrigais

 

Giorgio Vasari:

Vidas dos Pintores

 

Benvenuto Cellini:

Autobiografia

 

Torquato Tasso:

Jerusalém Libertada

 

Giordano Bruno:

A Expuls√£o da Besta Triunfante

 

Tommaso Campanella:

Poemas

A Cidade do Solentregue

 

Giambattista Vico:

Ciência Novaentregue

 

Carlo Goldoni:

Arlequim Servidor de Dois Amos (Peças Escolhidas - Volume I)entregue

 

Vittorio Alfieri:

Saulentregue

04
Fev18

Aleksandr Pushkin| O Prisioneiro do C√°ucaso

Dedicado ao amigo, General Nikolay Raevsky, este conto foi inspirado no per√≠odo em que Pushkin esteve em Pyatigorsk durante o seu ex√≠lio.¬†O poeta ficou profundamente impressionado pelos cen√°rios selvagens e a popula√ß√£o do C√°ucaso, imprimindo todas essas impress√Ķes neste conto.¬†Palavras exiladas em busca da liberta√ß√£o

02
Fev18

Aleksandr Pushkin| Conto da Czarevna Morta e dos Sete Guerreiros

Branca de Neve¬†dos Irm√£os Grimm viajou pelo tempo, caindo suavemente na vers√£o russa de Pushkin, em que an√Ķes s√£o guerreiros e princesas, czarevnas,¬†imortalizando¬†o¬†arqu√©tipo medieval de¬†rainhas invejosas que se¬†observam demasiado ao espelho, em busca do diadema que nunca lhes correr√° nas veias, por mais faustosos os vestidos ou mais ruidosa a voz.