Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

13
Jan21

Os rumores na cauda do vestido de Natalia

pushkin_transp.png

Pushkin escreveu sobre Goncharova:

Quando a vi pela primeira vez, apaixonei-me. Pedi a sua mão. A resposta quase que me enlouqueceu. Nessa mesma noite fui para o exército.

Em Abril de 1830, depois do regresso a Moscovo, Pushkin pediu novamente a m√£o de Natalia e os pais deram o seu consentimento.

Pushkin e Natalia amavam-se profundamente. e tornaram-se num casal absolutamente brilhante: o maior poeta russo e a¬†primeira beldade da R√ļssia.

Estou casado e sou feliz.

Abandonaram Moscovo e foram para São Petersburgo. Pushkin não gostou desta mudança:

Aqui tornei-me est√ļpido.

Natalia estava constantemente grávida e permanecia em casa. Durante cinco anos deu à luz quatro filhos.

Aparentemente tudo indicava que Pushkin e Natalia estavam felizes um com o outro. Ali√°s, o poeta nunca duvidou da fidelidade da esposa, apesar dos rumores que se adensavam cada vez mais.

Charles Georges D’Anthes, cortejou Natalia persistentemente, mas nem ela, nem Pushkin levaram os seus avanços seriamente. Inclusivé, D’Anthes casou com a irmã de Natalia Ekaterina para se manter perto do objecto da sua paixão.

Pushkin cada vez mais preocupado com a sua reputa√ß√£o, cego de f√ļria, foi sarcasticamente¬†condecorado pela sociedade o baston√°rio da Ordem dos Cornudos, visto que os rumores de infidelidade n√£o paravam de aumentar,¬†havendo j√° sussurros sobre um relacionamento de Natalia com o Imperador Nicholas.

Todos estes rumores lançaram o poeta numa depressão profunda.

Tradução do inglês de beautifulrus.com

12
Jan21

How strange men are!

How strange men are! Because of a single word which they would be sure to forget in a week's time they are ready to kill each other and to sacrifice their lives and their conscience and the welfare of those who...

in The Captain's Daughter (1836) de Alexander Pushkin

11
Jan21

Quem era Natalia Goncharova?

Resultado de imagem para natalia goncharova pushkinImagem pt.nextews.com

Natalia Goncharova vivia com os seus pais numa enorme propriedade familiar, com um jardim histórico que continha treze lagos. Apesar da beleza e da imponência do local, no seu interior o seu pai, Nikolai Afanasevich, era um alcoólico inveterado, apesar da versão oficial indicar que bateu com a cabeça após a queda de um cavalo, ficando com "fadiga mental" crónica, e a sua mãe , uma mulher nervosa e constantemente irritada com tudo e todos.

A primeira vez que apareceu em sociedade, Natalia era muito reservada e tímida, tanto, que todos pensavam que ela nada tinha a dizer e que se mantinha em silêncio por esse motivo. Aliás, Natalia era não só inteligente, como também tinha uma educação perfeita. Sabia falar francês, alemão e inglês, tinha conhecimentos de história e geografia, e sabia jogar xadrez admiravelmente, para além da beleza excepcional que deslumbrava onde quer que estivesse.

Graças ao amigo de Pushkin, Fyodor Tolstoy, o poeta tornou-se num convidado frequente da casa dos Goncharov, no entanto o relacionamento com a futura sogra revelou-se difícil desde o início. Conhecida, não só pela sua personalidade irascível, mas também pela sua religiosidade fanática, nunca aprovou a dissidência de Pushkin.

Quando o poeta pediu a m√£o de Natalia, a m√£e recusou, dizendo que ela era demasiado jovem para se casar.

Pushkin caiu em depress√£o e decidiu partir para a guerra do C√°ucaso.

Tradução livre do inglês beautiful.rus
18
Dez20

Mulheres, a grande perdição de Pushkin

pushkin_transp.png

As mulheres foram a grande perdição de Pushkin.

Apesar de não ter sido agraciado pela beleza, considerando-se "feio, descendente de negros", media apenas 1.65cm, mas a sua energia, inteligência e talento atraíam as mulheres.

O poeta conseguia convencer qualquer mulher do seu amor eterno. E foram tantas que em 1829 chegou a fazer duas listas das mulheres com quem esteve, por ordem cronológica.

Registou-as em duas colunas: na primeira coluna, aquelas que amou; na segunda, aquelas por quem se apaixonara perdidamente:

Lista das mulheres de Pushkin em beautifulrus.com

16
Dez20

I still see a kind of prophecy

I had a dream which I could never since forget and in which I still see a kind of prophecy when I reflect upon the strange vicissitudes of my life. The reader will forgive me, probably knowing from experience how natural it is for man to indulge in superstition, however great his contempt for all vain imaginings may be.

in The Captain's Daughter (1836) de Alexander Pushkin

O autor português de 2021 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Estante

no fundo da estante