Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

27
Set22

Gato Preto em Campo de Neve não é apenas um livro de viagens

logo6.png

Gato Preto em Campo de Neve não é apenas um livro de viagens, onde se registam os principais pontos turísticos e alguns encontros com celebridades.

√Č muito mais que um simples guia de viajante.

√Črico Ver√≠ssimo √© um contador de hist√≥rias intr√©pido e as pessoas que vai encontrando durante a viagem tornam-se nas personagens das suas hist√≥rias, inclusiv√© ele pr√≥prio.

25
Set22

O amor e a cumplicidade que sentiam Jorge e Mécia

21962060_NYu4a.pngEm simult√Ęneo com os livros de Jorge de Sena tenho lido a¬†Correspond√™ncia Jorge de Sena e M√©cia de Sena ¬ęVita Nuova¬Ľ¬†(Brasil, 1959-1965)¬†com organiza√ß√£o de Maria Ot√≠lia Pereira Lage.

Cartas trocadas entre Jorge e Mécia de Sena que segundo Maria Otília Pereira Lage:

No¬†seu registo geralmente circunstancial mas eivado de refer√™ncias liter√°rias¬†e culturais, n√£o deixam de dar sempre conta do mundo e da hist√≥ria de modos diferenciados:¬†em Jorge de Sena, testemunhos vivenciais de um escritor em que a dimens√£o¬†po√©tica e sua frui√ß√£o est√©tica emergem e, em M√©cia de Sena, mais de car√°cter espont√Ęneo,¬†onde, para al√©m das suas men√ß√Ķes de car√°cter social, cultural e pol√≠tico muito impressivas¬†se assiste √†s emana√ß√Ķes de um fundo etnogr√°fico portugu√™s importante.¬†S√£o assim, n√£o apenas ve√≠culo de comunica√ß√£o quase di√°ria, mas tamb√©m e sobretudo¬†meio de express√£o de aprecia√ß√Ķes de interesse m√ļltiplo e da intensidade de sentimentos.

Ali√°s, tenho gostado muito mais de ler esta correspond√™ncia do que os Di√°rios que acabou por me desiludir um pouco, √† excep√ß√£o das √ļltimas p√°ginas. Porque nestas cartas conseguimos entrar um pouco na vida privada de Jorge de Sena:

Entretecidas na esfera do privado, nelas assomam as cumplicidades, a coragem de¬†ousar e mudar de vida, o profundo companheirismo, a m√ļtua aten√ß√£o ao ¬ęoutro¬Ľ. Mas s√£o¬†tamb√©m as adversidades e vicissitudes, diferentemente vividas por ambos o que mais se¬†evidencia nas cartas iniciais deste per√≠odo marcadas pela dor e a ang√ļstia das saudades da¬†primeira separa√ß√£o mais prolongada do casal. J√° as cartas trocadas no Brasil, mantendo¬†algumas das caracter√≠sticas enunciadas, d√£o conta de uma outra atmosfera pol√≠tica, social¬†e cultural de maior abertura e condi√ß√Ķes de realiza√ß√£o em maior liberdade, ainda que na¬†dif√≠cil situa√ß√£o de ex√≠lio.

O amor e a cumplicidade que sentiam Jorge e Mécia não se revelavam apenas em palavras escritas em papel, mas também no modo como contornavam os obstáculos que a vida lhes impunha, recorrendo inclusivé a intermediários que levavam as cartas um ao outro, devido aos atrasos dos correios e para evitar o crivo da censura ditatorial portuguesa da época.

17
Ago22

Sempre esperei que Jorge de Sena, eventualmente, se viesse a tornar num escrevinhador de diários pessoais

21962060_NYu4a.pngSempre esperei que Jorge de Sena, eventualmente, se viesse a tornar num escrevinhador de diários pessoais.

Os sinais estavam todos l√°, em todos aqueles pref√°cios em que se abria para o seu leitor, nas tantas cartas que escreveu a uma diversidade de pessoas com quem partilhou pensamentos, opini√Ķes, desabafos.

Esperava poder ler uma espécie de auto-reflexão sobre a sua vida, sobre o mundo, escrita em nome próprio, do ponto de vista da pessoa por detrás do autor. Mas não aconteceu por vários motivos apontados pelo próprio Jorge de Sena.

Se não aconteceu, como é possível eu estar a ler um livro intitulado Diários de Jorge de Sena?

11
Ago22

Literatura medieval com traços de escrita do século XX

21962060_NYu4a.png

Já tinha comentado mas vou repetir: estou a adorar ler O Físico Prodigioso.

Ao abrir as páginas fui bafejada por literatura medieval com traços de escrita do século XX.

Tal e qual como um romance de cavalaria, existe um cavaleiro,¬†uma donzela, um obst√°culo amoroso, uma luta e um desfecho, ao qual Jorge de Sena junta cantigas de amigo, mas alterando a signific√Ęncia do feminino e do masculino, do Bem e do Mal.

Transformou as personagens e atribuiu-lhes características completamente diferentes daquelas utilizadas na época medieval, fragmentando-as, quebrando-lhes o molde, para as colocar na direcção da completude de uma nova identidade. Uma identidade moderna com traços de uma sexualidade mais aberta, de empoderamento feminino, em que o Bem e o Mal são mais difusos.

Neste livro tudo é sensorial, até na ambiguidade do título em que a palavra "físico" pode ser nome de médico ou curandeiro, mas também é corpo.

09
Ago22

O Físico Prodigioso: uma obra completamente original e criativa

21962060_NYu4a.png

Físico prodigioso

que tudo cura por bem.

Mas doenças de donzela

el' cura como ninguém.

Excerto do poema¬†¬ęDona Urraca tem um f√≠sico¬Ľ

in Visão Perpétua de Jorge de Sena

 

Estou a adorar ler O Físico Prodigioso não só por ser uma obra completamente original e criativa, mas também pela oportunidade de presenciar o experimentalismo que tanto caracterizou a escrita de Jorge de Sena.

Como o próprio autor confessou, foi buscar a sua inspiração à obra quatrocentista Orto do Esposo:

Este conto, ou, mais exactamente, novela, √© desenvolvimento muito ampliado e, se quiserem, muito deturpado de dois ¬ęexemplos¬ę do Orto do Esposo, o belo livro moral√≠stico-religioso da literatura portuguesa da primeira metade do s√©culo XV.

Esses dois exemplos narrativos - o do homem com poderes m√°gicos de cura com o seu sangue e de ressurrei√ß√£o dos mortos, e o homem que n√£o p√īde ser enforcado, porque o Diabo o protegia levantando-o no ar (...)

18
Jul22

Os dois contos de Génesis

21962060_NYu4a.png

Os dois contos de Génesis  - Paraíso Perdido e Caim - têm por base duas histórias bíblicas, o primeiro a de Adão e Eva e o segundo a de Caim.

Em Paraíso Perdido Jorge de Sena parte do texto bíblico original e transmuta-o.  No seu conto Adão e Eva sentem prazer pelo pecado cometido e atribui a Eva a responsabilidade total como tentada e tentadora, relegando a serpente para um papel secundário. Aliás, Sena tenta quebrar a seriedade do sagrado e o mais interessante neste conto é a negação do desejo do ser humano ser deus e, em contrapartida, assumir-se transgressor perante a divindade.

 

Em Caim o anti-herói torna-se herói. Caim é um revoltado que transgride e luta contra a injustiça e almeja libertar-se da divindade que o condena. No conto de Jorge de Sena é o protagonista de um drama existencial intemporal.

12
Jul22

A génese de Jorge de Sena

21962060_NYu4a.png

Génesis é o título do livro que abarca os dois primeiros contos de Jorge de Sena: Paraíso Perdido e Caim.

Título que indica o primeiro livro do Antigo Testamento, que trata da formação do Mundo, mas também a génese do próprio autor.

Dois contos escritos pelo Jorge de Sena ainda adolescente, de 17 e 18 anos, que revelam já a garra do autor, com histórias fortes e concisas, sem desvios narrativos que a inexperiência poderia ter provocado.

09
Jul22

Dedic√°cias, cantigas de esc√°rnio e maldizer

21962060_NYu4a.pngDedicácias são 48 poemas satíricos de Jorge de Sena que mais parecem cantigas de escárnio e maldizer, uma espécie de neotrovadorismo à moda medieval.

Muitos dos poemas são dedicados a pessoas específicas, alguns deles contêm o nome do visado, noutros está subentendido. Como refere Mécia de Sena:

Decidi que n√£o desvendaria o nome das pessoas que os poemas n√£o mencionam. Aqueles que viveram esses tempos sabem muito bem quem o maltratou e como e onde; os outros‚Ķ que busquem nos jornais, nas revistas, nas cartas, nas publica√ß√Ķes que organizou‚Ķ est√° l√° tudo e f√°cil de traduzir.

Não se deixem enganar pela aparente violência verbal destes poemas satíricos, porque, ao contrário do que possam parecer, são versos de profundo desgosto de quem sofreu o ressentimento, a maldade e a injustiça. Como tal são desabafos, poemas catárticos como se só assim Sena se conseguisse libertar.

Quanto mais leio menos sei
O autor português de 2021/2022 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Estante

no fundo da estante