Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

21
Ago16

N√£o p√īde esperar, suspirou e partiu!

¬ęQuem √©?¬Ľ -¬†

¬ęA velhice. Vim ter contigo.¬Ľ

¬ęVolta mais tarde. Estou ocupado. Tenho coisas que fazer!¬Ľ

Escrevi.

Telefonei.

Estraguei uma omeleta.

Depois abri a porta,

mas não estava lá ninguém.

Talvez uma partida dos amigos.

Ou talvez n√£o ouvisse bem o nome.

Não foi a velhice - 

mas a maturidade que aqui esteve,

n√£o p√īde esperar,

suspirou

e partiu!

Ievgueni Ievtuchenko

in Poetas Russos, antologia de Manuel Seabra

21
Ago16

Deram-me riqueza, mas n√£o me disseram que fazer com ela

Vagueio pelas ruas apinhadas da capital

por cima das alegres √°guas de Abril,

escandalosamente ilógivo,

inescusavelmente jovem.

 

Tomo eléctricos de assalto,

minto com entusiasmo,

e corro eu próprio atrás de mim,

e n√£o me posso apanhar.

 

Estou aturdido pelas barcaças bojudas,

pelos avi√Ķes,

pelos meus próprios poemas...

Deram-me riqueza,

mas n√£o me disseram que fazer com ela.

Ievgueni Ievtuchenko

in Poetas Russos, antologia de Manuel Seabra

21
Ago16

Ievgueni Ievtuchenko| Uma descoberta inesperada

Nascido na Sibéria a 1933, publica as suas primeiras poesias aos 16 anos.

√Č um dos poetas sovi√©ticos mais conhecidos no estrangeiro pelas suas viagens e entrevistas.

A sua poesia combina um naturalismo pormenorizado com um tom polémico e veemente.

O seu poema Herdeiros de Est√°line foi largamente utilizado durante a campanha anti-estalinista, o que certamente contribuiu para a sua popularidade.

in Poetas Russos, antologia de Manuel Seabra

download.jpgImagem www.oexplorador.com.br