Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

21
Ago16

Não pôde esperar, suspirou e partiu!

«Quem é?» - 

«A velhice. Vim ter contigo.»

«Volta mais tarde. Estou ocupado. Tenho coisas que fazer!»

Escrevi.

Telefonei.

Estraguei uma omeleta.

Depois abri a porta,

mas não estava lá ninguém.

Talvez uma partida dos amigos.

Ou talvez não ouvisse bem o nome.

Não foi a velhice - 

mas a maturidade que aqui esteve,

não pôde esperar,

suspirou

e partiu!

Ievgueni Ievtuchenko

in Poetas Russos, antologia de Manuel Seabra

21
Ago16

Deram-me riqueza, mas não me disseram que fazer com ela

Vagueio pelas ruas apinhadas da capital

por cima das alegres águas de Abril,

escandalosamente ilógivo,

inescusavelmente jovem.

 

Tomo eléctricos de assalto,

minto com entusiasmo,

e corro eu próprio atrás de mim,

e não me posso apanhar.

 

Estou aturdido pelas barcaças bojudas,

pelos aviões,

pelos meus próprios poemas...

Deram-me riqueza,

mas não me disseram que fazer com ela.

Ievgueni Ievtuchenko

in Poetas Russos, antologia de Manuel Seabra

21
Ago16

Ievgueni Ievtuchenko| Uma descoberta inesperada

Nascido na Sibéria a 1933, publica as suas primeiras poesias aos 16 anos.

É um dos poetas soviéticos mais conhecidos no estrangeiro pelas suas viagens e entrevistas.

A sua poesia combina um naturalismo pormenorizado com um tom polémico e veemente.

O seu poema Herdeiros de Estáline foi largamente utilizado durante a campanha anti-estalinista, o que certamente contribuiu para a sua popularidade.

in Poetas Russos, antologia de Manuel Seabra

download.jpgImagem www.oexplorador.com.br