Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

09
Nov22

M√°rio de Andrade | Poesias Completas - Volume I

20829338.jpg

Tenho estado a ler os dois volumes das Poesias Completas de M√°rio de Andrade e com eles irei terminar a leitura da sua poesia.

Acabei de ler Poesias Completas - Volume I onde o autor decidiu reunir a sua obra poética, com alguns inéditos, após o regresso a São Paulo em 1941, intenção que revela em carta escrita:

 

Vou talvez polir algumas arestas e alimpar de cacoetes de combate alguns dos meus livros publicados que mais estimo e preparar uma possível edição de poesias escolhidas. 

28
Out22

√Črico Ver√≠ssimo | Gato Preto em Campo de Neve

40499960.jpg

Para quem quer viajar sem sair de lugar e adorar cada momento como se fosse seu, tem de ler este livro de √Črico Ver√≠ssimo.

Em todas as p√°ginas sentimos que estamos ali, ao seu lado, a ver, a sentir as mesmas paisagens, as mesmas pessoas.

Em tempos de tanta intoler√Ęncia vale a pena ler este livro onde se pratica a toler√™ncia, a pondera√ß√£o, o bom senso perante a diferen√ßa cultural.

√Črico Ver√≠ssimo confessou em carta a Richard Pattee sobre a repercuss√£o do seu livro:

A primeira tiragem de¬†10.000 exemplares esgotou-se em menos de trinta dias. A segunda tiragem est√° √† venda.¬†Esperamos ir al√©m de 30.000. Creio que ‚Äď no que diz respeito √† ess√™ncia do livro ‚Äď atingiu¬†o alvo [...] Fui bastante sincero no r√°pido retrato que tracei desse pa√≠s. Creio que o livro¬†impressionou pelo seu tom de franqueza.

30
Set22

Maria Ot√≠lia Pereira Lage | Correspond√™ncia Jorge de Sena e M√©cia de Sena ¬ęVita Nuova¬Ľ (Brasil, 1959-1965)

175x&ctx=0.jpg

Ler a¬†Correspond√™ncia Jorge de Sena e M√©cia de Sena ¬ęVita Nuova¬Ľ (Brasil, 1959-1965) foi uma experi√™ncia intimista.

Nem com a leitura dos Di√°rios de Jorge de Sena senti tamanha intimidade como neste livro repleto de cartas de amor.

Aliás, é um diário a quatro mãos que relata a vida de Jorge e Mécia em Portugal e no Brasil à época em que trocaram correspondência.

 

Publica-se aqui toda a correspondência trocada entre Jorge de Sena e Mécia de Sena, durante o período de seu exílio no Brasil, anos 1959-1965. Este corpus epistolar é constituído por 40 cartas de Jorge de Sena, na sua maioria, bastante extensas e 90 de Mécia de Sena, mais curtas. 

¬ęSuspens√£o¬Ľ de um amor intenso correspondido, registado sistem√°tica e alternadamente,¬†optou-se, para melhor evidenciar essas caracter√≠sticas, pela apresenta√ß√£o intercalada¬†das cartas conforme √† ordem cronol√≥gica de sua escrita.

 Maria Otília Pereira Lage

06
Set22

Jorge de Sena | Di√°rios

diarios.jpg

Este livro n√£o √© uma autobiografia narrada em primeira pessoa, mas sim uma¬†colect√Ęnea de M√©cia de Sena que recolheu textos escritos aqui e ali e que, como a pr√≥pria confessou:

¬ęV√°rias foram as vezes em que Jorge de Sena projectou fazer di√°rios, poucas foram as vezes em que teve tempo para os escrever. Dos di√°rios que deixou haver√° que separar aqueles que falam do que no dia-a-dia se ia passando, com quem falava, por vezes o que pensava ou sobre que escrevia, e os que se destinaram a ser roteiros de viagem, ainda que por vezes ultrapassando as circunst√Ęncias viajeiras.¬Ľ

26
Ago22

Mário de Andrade | O Carro da Miséria

andrade2.JPG

A contestação política e social d' O Carro da Miséria fez com que Mário de Andrade revelasse receios em publicá-lo e, na verdade, foi publicado apenas em 1945, após a sua morte.

√Č um tributo ao esp√≠rito da √©poca, com uma reflex√£o po√©tica¬†sobre o que √© o progresso no Brasil e qual √© o sentido da hist√≥ria brasileira na primeira metade do s√©culo XX.

14
Ago22

M√°rio de Andrade | Primeiro Andar

1 Primeiro Andar1.jpg

Primeiro Andar foi o primeiro livro de ficção escrito por Mário de Andrade.

Foi publicado com as poupanças do próprio autor.

Colect√Ęnea de contos escritos durante a juventude, em que brinca com a linguagem, com os g√©neros liter√°rios acrescentando textos teatrais, criando cen√°rios t√£o diversos, da cidade ao campo, revelando as v√°rias facetas do ser humano.

O próprio autor confessa no prefácio do livro o porquê de ter decidido publicá-lo, já tarde na sua carreira literária como autor:

 

Sei que ficou perturbando o v√°cuo nobre e taciturno das gavetas um dil√ļvio de manuscritos recorrigidos muitas vezes. Pois neste volume eu salvo alguns No√©s desse passado. Contos cuja virtude est√° nas datas, s√£o os que me pareceram mais bonitos ou caracter√≠sticos. Aos que me estimam interessar√£o. √Č verdade, livro sem outros valores que esses: carinho e enganos bem iludidos de aprendiz. Muita literatice, muita frase enfeitada. N√£o faz mal, ao menos publicando-se me liberta duma vez do meu passado e dos namoros art√≠sticos dele.

 

12
Ago22

Jorge de Sena | O Físico Prodigioso

fisico.jpg

Ao acabar de ler O Físico Prodigioso, fiquei com vontade de mais e é uma pena que Jorge de Sena não se tenha dedicado mais à prosa.

Mais do que uma novela erótica, é o retrato de uma humanidade que se rebela contra os deuses e está disposta a tudo para transpor a natureza de todas as coisas.

√Č tamb√©m sobre a liberdade individual que provoca caos, ambival√™ncia, desordem, porque s√£o elas que constituem qualquer acto criador humano.

Quanto mais leio menos sei
O autor português de 2021/2022 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Estante

no fundo da estante