Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

17
Jul18

Lev Tolstoi| Ressurreição

Há meses que leio Ressurreição de Tolstoi.

Páro de o ler, depois abandono-o, regresso novamente, ficando uma vez mais suspensa nesta teia de palavras predatórias que me enredam cada vez mais nesta caça furtiva, indefesa e de peito aberto.

Leio-o por entre as intermitências dos actos e palavras desta personagem que me desconforta.

Suspensa na página 222 desconhecia o porquê deste desalento e desta consternação que este homem ficcional me fazia sentir.

Um homem que quer salvar tudo e todos, perdendo-se a ele próprio nesta impossibilidade, para a qual não há valentia ou bravura que cheguem para tanto e tantos.

Na página 222 não sabe ainda que é ele que precisa de ser salvo de si próprio.

E foi nesta página que percebi a origem do desassossego que este livro me provocava.

Aquele homem era eu.

Originalmente publicado em Sereia Louca

17
Jul18

Lev Tolstoi| O fascínio pelo Cáucaso

<a href="http://www.adventureclub.com.br/" rel="ADVENTURE" target="_blank"><strong>ADVENTURE</strong></a>    <strong>O QUE ELA FAZ POR VOCÊ:</strong> Tem tour clássico por três capitais.    <strong>PACOTE:</strong> Na fronteira entre a Geórgia e a <a href="http://viajeaqui.abril.com.br/paises/russia" rel="Rússia">Rússia</a>, a Cordilheira do Cáucaso (foto) vai do Mar Negro até o Mar Cáspio, delimitando uma região cênica e histórica. Além da Geórgia e seus vilarejos milenares, o Cáucaso abrange países como a <a href="http://viajeaqui.abril.com.br/paises/armenia" rel="Armênia" target="_blank">Armênia</a>, o primeiro a adotar o cristianismo, e o Azerbaijão, onde o fogo brota do solo pela combustão do gás natural. Este tour em hotéis midscale leva às capitais dos três países: são duas noites em Baku, cidade com premiado centro cultural da arquiteta Zaha Hadid, no Azerbaijão; três em Tbilisi, fundada no século 5, na Geórgia; e duas em Yerevan, dominada no horizonte pelo Monte Ararat, na Armênia. Inclui passeios e excursões. Desde US$ 4 190.

Cordilheira do Cáucaso

Imagem viagemeturismo.abril.com.br

Tolstoi começou por publicar, escondendo a sua identidade. 

Começou por escrever sobre a sua vivência no Cáucaso.

O fascínio pelo Cáucaso - o "Oriente dos russos", tal como o definiu a crítica - já tão presente em Púchkin e em Lérmontov, foi algo que acompanhou Tolstoi desde a primeira juventude, até, praticamente, ao fim dos seus dias.

Deste fascínio nasceram duas teses de Tolstoi que viriam a reaparecer na sua escrita: que "o progresso não tornará o homem melhor", que só poderá sentir-se livre "na relação com os elementos primários que o constituem, na vida simples em contacto com a natureza da qual faz parte" e, por outro lado, descobrir que o sentido da vida (ser feliz) significava amar os outros, "viver para os outros, como vive cada ser na natureza". 

in cultura.estadao.com.br

17
Jul18

Habituado a pensar o contrário

«Na verdade, é impossível que as coisas sejam tão simples», dizia Nekliudov para consigo. No entanto, ainda que isto lhe parecesse estranho por estar habituado a pensar o contrário, via agora claramente que essa resposta trazia a solução tanto na teoria como na prática.

Ressurreição-Lev Tolstoi

17
Jul18

A emoção oprimiu-o

Quando viu Katiucha atrás de um guarda, como tantas vezes acontecera, com a blusa de presa e um lenço amarrado à cabeça, a emoção oprimiu-o: «Quero viver, quero um lar, filhos, quero uma existência de homem normal.» 

Ressurreição-Lev Tolstoi