Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

23
Jan19

Marguerite Duras | A Doença da Morte

Muito, muito bonita esta La Maladie de la Mort [A Doença da Morte]. 

 

Parte meditação existencialista, parte fantasia erótica, esta pequena preciosidade,  que me veio parar às mãos por mero acaso, conta a história de um homem e de uma mulher, um escritor e uma prostituta. Ele é um homossexual e decide comprar um corpo para tentar amar, para encontrar alguém que possa amá-lo. Ela obedece-lhe cegamente, deixa-se explorar e espera que as coisas aconteçam. 

 

Há um paralelismo entre esta história e a história de Duras e Yann Andréa, ele próprio homossexual e, portanto, incapaz de ter desejo por ela, enquanto ela o amava aberta e loucamente.

 

Mais do que uma simples história entre um homem e uma mulher, é a história do amor impossível e da ausência de desejo, da alienação de um amor irreconciliável, de naturezas opostas, em que o espaço vazio que os separa é mais interessante do que as tentativas para o preencher.

23
Jan19

Marguerite Duras | Homem e mulher s√£o irreconcili√°veis

bookgram028.pngMiss X @ Instagram

 

Num artigo em Practicalities intitulado "Men", Marguerite Duras diz que:

No amor heterossexual não há solução. Homem e mulher são irreconciliáveis, e é a tentativa condenada de fazer o impossível, repetido em cada nova paixão, que devolve ao amor heterossexual a sua grandeza.

 

Tradução livre do inglês do excerto de The Malady of Death; Intricate Lace by Marguerite Duras de Lisa Thatcher

@ lisathatcher.com 

23
Jan19

Como se fosse possível que tu a tivesses inventado

Resultado de imagem para in a bar illustration@ www.thejorgecolombo.com

 

Ela n√£o voltaria nunca.

Nessa noite em que partiu, num bar, contas a história. Primeiro contas como se fosse possível fazê-lo, e depois desistes.

A seguir contas a rir como se fosse impossível que tivesse acontecido ou como se fosse possível que tu a tivesses inventado.

A Doença da Morte

Textos Secretos - Marguerite Duras

Aviso à navegação

A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A leitura em todo o lado

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D