Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

06
Set22

Terei de decidir brevemente o que irei ler em 2023

22237838_aC3Fh.jpeg

O Verão de leituras com todo o tempo do mundo chegou ao fim. A saudade dos livros já me aperta o peito. Agora não passo tanto tempo com  eles e o ar esvaziou-se de palavras.

À medida que o Outono se aproxima começo a ficar mais instrospectiva. A minha mente divaga pelos planos de novas leituras que ainda não escolhi. Ainda há tempo, mas terei de decidir brevemente o que irei ler em 2023 e que ciclos de leitura me irão acompanhar ao longo do ano.

De Jorge de Sena já poucos livros me restam ler e ainda bem, porque quero finalizar o seu ciclo de leitura até Dezembro. Vamos ver se vou conseguir. Para já:

  • acabei de ler¬†Di√°rios;
  • comecei a ler Sinais de Fogo;
  • j√° nas √ļltimas p√°ginas de¬†Correspond√™ncia Jorge de Sena e M√©cia de Sena ¬ęVita Nuova¬Ľ¬†(Brasil, 1959-1965)¬†com organiza√ß√£o de Maria Ot√≠lia Pereira Lage¬†

 

De M√°rio de Andrade continuo a ler vagarosamente a sua poesia:

  • acabei de ler:
    • Lira Paulistana
    • O Carro da Mis√©ria
  • comecei a ler¬†Poesias Completas I

 

De √Črico Ver√≠ssimo continuo com as suas narrativas de viagens e estou a gostar tanto que n√£o consigo parar de ler¬†Gato Preto em Campo de Neve.

27
Ago22

A Twinkl e os mais de 11 livros para crianças recomendados por idade

22237838_aC3Fh.jpeg

Em plena época de feiras do livro a Twinkl pediu ao Livrologia para sugerir um livro de leitura para os mais pequenos.

A sugestão não poderia ter sido outra: Sophia de Mello Breyner Andresen | A Fada Oriana.

Espreitem a lista da Twinkl Mais de 11 livros para crianças recomendados por idade e poderão encontrar o livro certo até para a criança mais traquina.

16
Ago22

Estou a viver um Verão atípico em que me posso dedicar à leitura

istockphoto-1220023012-612x612.jpg

Estou a viver um Ver√£o at√≠pico em que me posso dedicar √† leitura, quando e como quero, sem restri√ß√Ķes de tempo ou de lugar.

Sem interrup√ß√Ķes, sem pressa, com muita tranquilidade √† minha volta, com grandes sil√™ncios pontilhados pelo chilreio dos p√°ssaros l√° fora. Mesmo como eu gosto.

Sem mais delongas, a minha agenda de leituras:

De Jorge de Sena tenho avançado de forma extraordinária com a leitura dos seus livros. Já faltam muito poucos para terminar este ciclo de leitura.

  • acabei de ler:
    • Sequ√™ncias
    • G√©nesis
    • Vis√£o Perp√©tua
    • Amparo de M√£e mais 5 pe√ßas em 1 acto
    • O F√≠sico Prodigioso
  • comecei a ler Di√°rios;

 

De Mário de Andrade continuo a ler vagarosamente um livro de cada vez. A sua poesia é a que mais tenho lido, mas já comecei a embrenhar-me pela leitura da sua prosa.

  • acabei de ler:
    • Remate de Males
    • Primeiro Andar
  • continuo a ler Lira Paulistana

 

De √Črico Ver√≠ssimo continuo com as suas narrativas de viagens e est√° a ser uma experi√™ncia surpreendente.

  • continuo a ler Gato Preto em Campo de Neve
20
Jul22

As minhas leituras de Ver√£o v√£o de vento em popa

istockphoto-1220023012-612x612.jpg

As minhas leituras de Verão vão de vento em popa, apesar do calor que não tem dado tréguas.

De Jorge de Sena:

  • acabei de ler¬†Dedic√°cias;
  • quase a acabar de ler¬†O F√≠sico Prodigioso,¬†Sequ√™ncias e G√©nesis;
  • comecei a ler Vis√£o Perp√©tua;

De M√°rio de Andrade:

  • acabei de ler¬†Remate de Males;
  • quase a acabar de ler Primeiro Andar;
  • comecei a ler Lira Paulistana;

 

De √Črico Ver√≠ssimo:

  • comecei a ler Gato Preto em Campo de Neve;

 

Estou a adorar o regresso a este meu ritmo de leitura do qual já sentia tantas saudades. 

14
Jul22

A literatura brasileira vive uma relação paradoxal com a literatura portuguesa

Ficheiro:Mapa do Brasil com a Bandeira Nacional.png ‚Äď Wikip√©dia, a  enciclop√©dia livre

Jorge de Sena tendo vivido cinco anos no Brasil manteve um contacto muito próximo com autores brasileiros e com a literatura do país.  Apercebeu-se que a literatura brasileira vive uma relação paradoxal com a literatura portuguesa.

Quando à partida poderíamos considerar ambas as literaturas - a portuguesa e a brasileira - como sendo muito próximas, não só pela língua em comum, mas também culturalmente, não poderíamos andar mais longe da realidade.

Dizia Jorge de Sena que "o problema da literatura no Brasil é o medo que os brasileiros têm de que a sua literatura possa não ser suficientemente brasileira, razão pela qual tendem a expulsar a literatura portuguesa de qualquer tipo de relação com ela, tornando-a, paradoxalmente, mais estrangeira do que [as outras literaturas estrangeiras]".

in P√ļblico

11
Jul22

Uma lacuna grave como leitora n√£o ter lido absolutamente nada de literatura brasileira

Ficheiro:Mapa do Brasil com a Bandeira Nacional.png ‚Äď Wikip√©dia, a  enciclop√©dia livre

Era uma lacuna grave como leitora não ter lido absolutamente nada de literatura brasileira, por isso há uns anos atrás decidi que chegara o momento de a corrigir. 

Não me recordo do motivo que me levou a começar por Clarice Lispector e já li Perto do Coração Selvagem e A Descoberta do Mundo - Crónicas. Leio os livros de Clarice com longas pausas intermitentes devido à sua escrita abismal e tenciono ainda ler mais livros dela no futuro.

Depois li Cecília Meireles.  Tal como Sophia, Cecília é a escrita que almejo escrever, mas apenas nos meus sonhos. Fiquei absolutamente deslumbrada com a delicadeza das suas palavras, com a leveza da sua profundidade.

Foi Sophia e Clarice que me levaram a ler Manuel Bandeira. Estas mulheres contaram-me sobre o grande poeta, cada uma à sua maneira, e coincidências não as havendo, convenci-me que do outro lado do etéreo me diziam para o ler. E li-o sofregamente.

E ao ler Manuel Bandeira descobri a forte amizade que manteve com Mário de Andrade um dos vanguardistas do modernismo brasileiro que estou a ler neste momento.

Muitos mais autores brasileiros aguardam pela minha leitura e confesso que ainda n√£o decidi quem vou ler a seguir.

05
Jul22

A preguiça não tem levado a melhor

istockphoto-1220023012-612x612.jpg

Como est√° a decorrer o meu ciclo de leitura de Jorge de Sena?

Melhor do que esperava, considerando que estou a recuperar a minha leitura nestes dias de férias.

A preguiça não tem levado a melhor e tenho lido bastante todos os dias. Aliás, queria muito continuar com este ritmo de leitura e transformá-lo em rotina.

Dos livros do autor:

  • acabei de ler¬†Os Gr√£o-Capit√£es e¬†Quarenta Anos de Servid√£o;
  • comecei a ler¬†O F√≠sico Prodigioso¬†e¬†Dedic√°cias;

 

Das leituras complementares:

  • na p√°gina 108 de 297 de¬†Correspond√™ncia Jorge de Sena e M√©cia de Sena ¬ęVita Nuova¬Ľ¬†(Brasil, 1959-1965)¬†com organiza√ß√£o de Maria Ot√≠lia Pereira Lage;
  • ainda no in√≠cio de¬†Entrevistas 1958-1978 de Jorge de Sena, edi√ß√£o de M√©cia de Sena e Jorge Fazenda Louren√ßo
03
Jul22

√Č verdade, livro sem outros valores que esses: carinho e enganos

istockphoto-1220023012-612x612.jpg

Enquanto leio os poemas de Mário de Andrade em Remate de Males, decidi começar a desbravar a sua prosa. 

Estou ainda no início da leitura dos contos reunidos no livro Primeiro Andar, consideradas as suas primeiras páginas de ficção como autor.

Aliás, ele próprio confessa no prefácio deste seu primeiro livro de contos:

Sei que ficou perturbando o v√°cuo nobre e taciturno das gavetas um dil√ļvio de manuscritos recorrigidos muitas vezes. Pois neste volume eu salvo alguns No√©s desse passado.

Contos cuja virtude está nas datas, são os que me pareceram mais bonitos ou característicos.

Aos que me estimam interessar√£o. √Č verdade, livro sem outros valores que esses: carinho e enganos bem iludidos de aprendiz. Muita literatice muita frase enfeitada.

Não faz mal, ao menos publicando-se me liberta duma vez do meu passado e dos namoros artísticos dele.

Quanto mais leio menos sei
O autor português de 2021/2022 é Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
A autora portuguesa em destaque de 2019/2020 foi Sophia de Mello Breyner Andresen
Visitem o seu mundo encantado
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Estante

no fundo da estante