Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

16
Mai23

H√° uma incapacidade fundamental em Hollywood

H√° uma incapacidade fundamental em Hollywood para arrancar qualquer coisa boa de car√°ter hispano-americano.

Lan√ßam-se m√£os de cactos, haciendas, col√īnias, lovely se√Īoritas, masterful hidalgos, guapos caballeros, que ao se despedirem gritam-se, com uma originalidade de dar calafrios na espinha: Adi√≥s, amigo! Dan√ßa-se o tempo todo, fandangos, rumbas, congas, sambas. H√° sempre uma serenata de guitarra onde algum nost√°lgico muchacho canta uma paloma qualquer sob um fat√≠dico balcon enluarado.

Tivesse o cinema a desgraça de ser além de falado, sensível ao olfato, e haveria cheiros de jasmim e de estrume fresco embriagando o ambiente.

in Cinema de Vinicius de Moraes

15
Mai23

Vinicius de Moraes escreveu várias crónicas sobre cinema

543353_3691967300771_1322933224_3573992_245902410_

Vinicius de Moraes nunca escondeu a sua paix√£o pelo cinema e, como tal, n√£o poderia deixar de escrever sobre ele.

Ali√°s, escreveu v√°rias cr√≥nicas sobre cinema ao longo da sua carreira como jornalista e escritor. Cr√≥nicas leves e descontra√≠das, com observa√ß√Ķes precisas e reflex√Ķes profundas sobre a arte cinematogr√°fica.

E são essas crónicas que estou a ler neste momento, reunidas num só volume: Cinema de Vinicius de Moraes.

14
Mai23

Creio no Cinema, arte muda, filha da Imagem

Creio no Cinema, arte muda, filha da Imagem, elemento original de poesia e plástica infinitas, célula simples de duração efêmera e livremente multiplicável.

Creio no Cinema, meio de espressão total em seu poder transmissor e sua capacidade de emoção, possuidor de uma forma própria que lhe é imanente e que, contendo todas as outras, nada lhes deve.

Creio no Cinema puro, branco e preto, linguagem universal de alto valor sugestivo, rico na liberalidade e poder de evocação.

in Cinema de Vinicius de Moraes

03
Nov22

Vinicius interessou-se desde pequeno pela poesia

543353_3691967300771_1322933224_3573992_245902410_

Marcus Vinitius da Cruz e Melo Moraes - é este o nome completo do poetinha.

Nasceu dia 19 de Outubro em 1913 numa família de apaixonados pela arte. O pai dividia-se entre o serviço como funcionário da prefeitura e o seu lado artístico (violinista amador e poeta) e a mãe, Lídia Cruz, era pianista.

Talvez por ter crescido num meio artístico Vinicius interessou-se desde pequeno pela poesia.

Sempre teve uma personalidade determinada, de tal modo que aos nove anos, decidiu ir com a sua irmã Lygia a um cartório no centro do Rio de Janeiro para mudar o seu nome, passando a chamar-se simplesmente Vinicius de Moraes.

03
Nov22

Choram as árvores na espantosa noite, curvadas sobre mim, me olhando

Choram as árvores na espantosa noite, curvadas sobre mim, me olhando
Eu caminhando. . . sobre o meu corpo as √°rvores passando
Quem morreu si estou vivo, porque choram as √°rvores?
Dentro em mim tudo está imóvel mas eu estou vivo, eu sei que estou vivo porque sofro.

Excerto do poema O Increado

in (1935) Forma e Exegese de Vinicius de Moraes

Quanto mais leio menos sei
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Tudo o que escrevi para Os Desafios da Abelha est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
Notícias literárias ou assim-assim em Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Estante

no fundo da estante