Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livrologia

Livrologia

29
Mai20

√Č o prazer que espreita na pr√°tica de cada uma das virtudes

Mas eu falo de prazer porque vejo que os homens o ambicionam e n√£o vejo que ambicionem a felicidade. √Č o prazer que espreita na pr√°tica de cada uma das virtudes. O homem age porque essas ac√ß√Ķes s√£o boas para ele e quando tamb√©m s√£o boas para outras pessoas passam a ser virtudes.

Se tem prazer em dar uma esmola é caridoso; se tem prazer em ajudar os outros é benevolente; se tem prazer em trabalhar em prol da sociedade é um filantropo; mas é para o seu próprio prazer que você dá dois pence a um pedinte assim como é para meu prazer privado que bebo mais um whisky com soda.

 

Servid√£o Humana-W. Somerset Maugham

03
Mar20

Maugham regressou muito doente da sua miss√£o na R√ļssia

maugham4.jpgMaugham regressou muito doente da sua miss√£o na R√ļssia.

O diagnóstico? 

Tuberculose.

Decide viajar para a Escócia e fica internado num sanatório privado em Banchory que, na época, possuía o melhor tratamento que existia, visto que os antibióticos ainda não tinham sido descobertos.

Ficaria internado por mais de um ano. Durante esse tempo apreciou à sua maneira a vida tranquila de inválido, adorando as horas que passava deitado na cama a descansar, afastado da pressão da responsabilidade da sua própria vida.

Confessou que na privacidade do seu quarto adorava olhar pela janela e observar o c√©u estrelado √† noite e durante o dia lia e ficava imerso nas suas reflex√Ķes.

À medida que recuperava as forças e ia melhorando foi passando mais tempo fora do quarto com os outros pacientes, jogando às cartas ou sentando-se na varanda ao ar livre.

Mas Maugham estava ávido por notícias de Londres, ansiando por saber o que se passava na guerra, no teatro e na vida social que deixara para trás.

03
Mar20

O ser humano procura uma só coisa na vida

- Mas está convencido de que as pessoas fazem alguma coisa que não seja por motivos egoístas?

- Sim.

- √Č imposs√≠vel que o fa√ßam. Vai perceber √† medida que for ficando mais velho que a primeira coisa indispens√°vel para que o mundo seja um s√≠tio suport√°vel para viver √© reconhecer a inevitabilidade do ego√≠smo no ser humano. Exige a generosidade dos outros, mas √© absurdo exigir que os outros sacrifiquem os seus desejos em benef√≠cio dos seus. Porque deveriam?

Quando se convencer de que cada um está sozinho no mundo pedirá menos aos seus semelhantes. Eles não irão desiludi-lo e olhará para eles de maneira mais caridosa. O ser humano procura uma só coisa na vida: o seu próprio prazer.

 

Servid√£o Humana-W. Somerset Maugham

17
Fev20

Os dias em S√£o Petersburgo

maugham4.jpgDurante os tempos em que permaneceu na R√ļssia com a sua miss√£o de espionagem, Maugham decidiu aproveitar o seu tempo, explorando a cidade de S√£o Petersburgo embrenhando-se na l√≠ngua e literatura do pa√≠s.

Todas as manh√£s tinha uma li√ß√£o de russo e lia avidamente os grandes escritores do passado, mas tamb√©m os contempor√Ęneos como Kuprin, Korolenko, Sologub e Mihail Artzybashev.

Ia a espectáculos como ballet, concertos e teatro e nos poucos e raros dias de sol dava longos passeios pela Avenida Névski.

17
Fev20

Era inevit√°vel

A ilusão que o ser humano tem de que a sua vontade é livre está tão enraizada que estou pronto a aceitá-la.

Comporto-me como se fosse um agente livre. Mas quando se pratica uma acção fica claro que todas as forças do Universo de toda a eternidade conspiraram para a causar e nada do que eu pudesse fazer a poderia evitar.

Era inevit√°vel.

Se a acção foi boa não posso reclamar o mérito, se foi má não posso aceitar censura.

 

Servid√£o Humana-W. Somerset Maugham

2019 foi o ano que escolhi para ler Sophia de Mello Breyner
Visitem o mundo encantado de Sophia
Em 2021 irei ler Jorge de Sena
Preparem-se para dar a volta ao vosso mundo
Tudo o que escrevi para o Desafio de Escrita dos P√°ssaros est√° aqui!
Já começou a viagem pelo mundo da Gata Borralheira.
Cinema e literatura num só.
Venham também!
bookinices_spring.png
A imprensa comentada no final de cada mês na Operação Bookini
Espreitem as bookinices
A autora deste blog n√£o adopta o novo Acordo Ortogr√°fico.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O que leio, capa a capa

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Estante

no fundo da estante