Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livrologia

Livrologia

20
Ago18

Tanto me fazia que o mundo existisse como n√£o

Senti, de um momento para o outro, que tudo me era indiferente, que tanto me fazia que o mundo existisse como n√£o.

Pouco a pouco passava a ver e a sentir que nada havia fora de mim.

Parecia-me que, de facto, a princípio, existiam muitas coisas, mas adivinhei igualmente a seguir, que antes também nada houvera, e que se assim me parecera foi por alguma razão. E, pouco a pouco, fui-me convencendo de que daí para diante também nada haveria.

 

O Sonho de um Homem Ridículo-Fiódor Dostoiévski

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem coment√°rios moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.