Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livrologia

by Miss X

Livrologia

by Miss X

19
Nov18

Tertúlia num café de Ponta Delgada

"Não acho que a literatura seja a afirmação da volúpia — ela é em si a volúpia, o prazer", diz Leonardo Sousa. Para o escritor de 25 anos, é difícil "a ideia de prazer sem o sentido", sentido biológico: o cheiro, o toque, o sabor. Por isso, a obra de um autor que se refugie só na experiência imaginada e não na vida experimentada, está só a montar uma cama de técnicas e pormenores inventados.

"Não acredito muito na ideia de alteridade", do escritor que se faz outro, que separa a sua ficção da realidade que tem. "Quando escrevo não posso escrever como alguém de setenta anos", diz Leonardo.

Já antes, Osório tinha dito que "cada pessoa que escreve carrega em si a sua história". E há uma "contaminação da ficção pela realidade", todavia também "uma contaminação da realidade pela ficção". O homem que escreve e o homem que é misturam-se e dissimulam-se. Anulam-se as margens de um do outro. Eu que deixo de ser eu para ser outro, vivendo pilar intermédio dalguma coisa.

Ler mais in 24 Sapo